Seja bem-vindo. 13 de junho de 2024 18:03
Previous slide
Next slide

Professor é flagrado dando mata-leão e tapa na boca de menino autista

Homem deu tapa na boca de aluno após se irritar com brincadeira, conta a mãe do garoto

Um menino de 8 anos, que vive com Transtorno do Espectro Autista (TEA), foi agredido por um professor na Escola Classe 512, em Samambaia Sul. O caso aconteceu no início da tarde dessa segunda-feira (10/6).

Mãe da criança, a estudante Jéssica Xavier, 32 anos, contou ao como soube do ocorrido. “A escola entrou em contato comigo ontem [10/6] à tarde, para que eu buscasse meu filho. Chegando lá, o professor me contou o que aconteceu, mas não descreveu a primeira agressão. Depois, vi as imagens e percebi que ele tentou dar um ‘mata-leão’ no meu filho”, relembra.

A “primeira agressão” a qual Jéssica se refere foi um tapa que o educador teria dado na boca do garoto. A câmera de segurança da sala de aula não captou a cena, mas uma monitora que trabalha na escola viu tudo. “O tapa foi fora da sala”, explica a mãe.

Jéssica diz que “entrou em desespero” ao ver as imagens. “Fiquei em choque. Ele é novo na escola e nunca havia passado por algo parecido”. De acordo com ela, o professor não chegou a pedir desculpas pelo ocorrido.

A diretora da escola, o acusado e a mãe do aluno foram à 32ª Delegacia de Polícia (Samambaia Sul) para registro da ocorrência. Em depoimento, a diretora disse à Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) que o professor teria se irritado com um brinquedo da criança, que fazia bolinhas de sabão. Ele teria pedido para o garoto guardar e, após negativas, passou a segurar o menino de forma abrupta.

Agente da PCDF é agredido em pátio de Delegacia no DF

O homem pedia a prisão de criminosos em uma boca de fumo e estava aparentemente sob influência de drogas. Ele foi preso.

Um homem de 34 anos, aparentemente sob efeito de drogas, entrou na 33ª Delegacia de Polícia (Santa Maria), ameaçou os policiais civis e agrediu um agente com diversos socos. Diego Henrique de Sousa Campos gritava e xingava outros policiais no local, que usaram spray de pimenta e arma de choque para tentar contê-lo.

O agressor chegou à delegacia sozinho e começou a gritar com um agente enquanto pedia a prisão de criminosos em uma boca de fumo. O policial logo percebeu que Diego estava alterado e tentou conversar com ele, sem sucesso.

O homem passou a gritar com outros agentes que estavam na delegacia, proferindo injúrias como “bando de vagabundos”. O policial tentou fazer com que o agressor saísse do local, mas acabou sendo alvo de socos no rosto e na cabeça.

Para impedir as agressões físicas, outros policias usaram spray de pimenta para que Diego se retirasse do estabelecimento, mas o homem continuou a ameaçar os agentes do lado de fora da delegacia, dizendo que os mataria.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada e prendeu Diego, mesmo com muita dificuldade na contenção do agressor. O policiai agredido foi levado ao Hospital Regional de Samambaia (HRSAM) para receber os devidos atendimentos médicos e depois voltou para delegacia e prestou depoimentos.

Diego não pôde ser ouvido por estar aparentemente sob influência de entorpecentes e com falas desconexas. Ele foi autuado pelo crime de lesão corporal qualificada.

Águas Claras: morador de rua pede dinheiro e dá soco na cara de mulher

Segundo a jovem, o homem em situação de rua a seguiu até um beco, a agrediu e saiu correndo após não receber dinheiro da vítima

Uma jovem usou as redes sociais para denunciar que foi agredida por um homem em situação de rua após dizer que não tinha dinheiro para dar a ele. O caso aconteceu próximo a um supermercado na rua 14 Sul de Águas Claras.

Em um vídeo publicado no Instagram, Bianca Ramos, 18 anos, relatou que, perto do mercado onde ela estava no momento em que foi abordada, há muitas pessoas em situação de rua, que costumam ficar no local pedindo ajuda.

“Sempre tem pessoas de rua lá, pedindo doações, comidas e vendendo coisas. Então, achei que fosse mais um dia comum. Cheguei, falei que só estava com o dinheiro que tinha levado […]. Informei que iria sobrar dinheiro e que, se ele quisesse, eu poderia comprar um biscoito para ele. Ele falou que biscoito não ia enchê-lo e que não iria matar a fome. Ai eu falei: ‘Olha, eu só tenho esse dinheiro’. Acabou que eu entrei no mercado, comprei o que eu queria e depois fui embora”, detalhou.

A vítima conta que, no momento em que deixou o comércio, o morador de rua passou a persegui-la. “Quando fui embora, ele me seguiu. Só que como ele não estava em alta velocidade e não demonstrou ter intenção alguma, eu achei normal e fui caminhando para a minha casa, até a gente chegar no beco que tem ao lado do Sigma. Nesse beco, ele meteu o murro no meu nariz e saiu correndo para o outro lado”, contou a jovem.

A situação, de acordo com Bianca, a deixou em choque: “Eu estava desesperada sem saber se eu ligava para a polícia, se ligava para os meus pais. Então, isso é um alerta para vocês tomarem cuidado porque ali realmente é uma área muito perigosa”.

Após a agressão, a jovem diz que procurou a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF). Bianca declarou que registrará um boletim de ocorrência nesta terça-feira (30/4).

tia queima sobrinha de 13 anos com água fervendo

Garota de 13 anos foi agredida e queimada com água fervendo pela tia, em Samambaia Sul, nessa quarta-feira (3/4)

Uma adolescente de 13 anos foi brutalmente agredida pela própria tia em Samambaia Sul, Distrito Federal. A agressora filmou todo o ataque, inclusive o momento em que joga uma panela de água quente sobre a cabeça da menina. O caso aconteceu nessa quarta-feira (3/4). Logo após a violência, a suspeita levou a vítima até a Cidade Ocidental, no Entorno do DF, onde o Conselho Tutelar local prestou socorro à garota.

As imagens são fortes. A menina está sentada, no chão, quando a mulher a surpreende, despejando a água quente sobre ela. Assustada e agonizando de dor, a sobrinha se levanta e passa, imediatamente, a ser agredida com tapas e socos pela tia. Tudo foi filmado pela acusada, que posicionou o celular estrategicamente em um ângulo que registrasse o ataque.

A tia seria responsável pela menina, e os crimes teriam sido motivados por ciúmes da mulher em relação ao seu marido. Ela narra, repetidas vezes, que a menina teria tido relações sexuais com o homem.

A adolescente foi levada para o Hospital Regional da Asa Norte (Hran), onde está internada em estado grave devido às queimaduras. Informações iniciais indicam que a garota teria vindo do Maranhão para viver com a família do DF.

Após o vídeo mostrar a garota sendo queimada, o celular cai e passa a captar apenas o áudio. A adolescente implora para que a tia pare de agredi-la. Em determinado momento, os filhos da suspeita passam a intervir, em uma gritaria atordoante. Todos suplicam para que a adulta cesse as agressões.

Descontrolada, a agressora pega uma faca, momento em que os filhos entram em desespero e choram, aos berros, pedindo à mãe para não cometer um crime ainda pior. Ela usa a arma branca para ameaçar a adolescente, na intenção de evitar que ela a denunciasse.

Um boletim de ocorrência foi registrado na delegacia da Cidade Ocidental. A investigação, no entanto, foi repassada para Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). Os crimes devem ser investigados pela Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente (DPCA). Ainda não há informações quanto à possível prisão da tia agressora.

O Conselho Tutelar foi ao Hran para verificar a quadro de saúde da adolescente e, posteriormente, deve aplicar as medidas relativas aos responsáveis pela menor de idade.

Covardia: vídeo mostra homem batendo em idoso com pedaço de pau

A decisão do delegado revoltou a guarnição da polícia militar que conduziu o acusado, e gerou revolta no meio policial.

Um idoso de 81 anos que trabalha como pedreiro foi agredido na noite desta terça-feira (12), na QR 416 em Santa Maria Norte. Segundo informações de testemunhas, a motivação das agressões se deu pelo fato de um homem acusar o idoso de ter furtado um carrinho de mão. Nas imagens captadas por câmeras de segurança, é possível ver um homem não identificado agredindo o idoso com socos e pontapés.

Como mostra o vídeo um homem de roupa preta vendo as agressões covarde e que possivelmente terminar em morte, parte para cima do acusado defendendo o idoso das agressões, neste momento o idoso se levanta cambaleando e atordoado das pancadas se afasta até a chegada da polícia militar que deteve o  acusado, o idoso ficou com lesões pelo rosto, braço e pernas  como mostra as imagens abaixo

O acusado é ex presidiário e chegou ficar preso 21 anos na papuda pelo crime de Homicídio, ao ser preso em flagrante nesta ação, foi levado a 20 *DP em santa maria onde ocorreu o fato e acabou sendo liberado pelo delegado primeiro que a equipe da polícia militar que conduzia a ocorrência, Testemunhas negam a acusação e afirmam que o bem pertence ao idoso.

Ainda de acordo com testemunhas, a acusação é infundada, uma vez que afirmam que o carrinho de mão pertence à vítima. 

O espaço segue aberto para manifestaçãoes futuras.

Advogado é preso por quebrar dentes de entregador é liberado após pagar R$ 100 mil

A agressão ocorreu em 29 de fevereiro, logo após a vítima ter concluído entrega solicitada por um morador do condomínio onde o advogado vive

O advogado preso por quebrar dentes de um entregador com soco foi liberado pela Justiça após o pagamento de fiança no valor de R$ 100 mil. Ele foi condenado a comparecer mensalmente na Justiça para relatar e justificar suas atividades. O caso aconteceu em Goiânia, Goiás.

Ele ainda está proibido de mudar de residência sem notificação prévia das autoridades ou frequentar locais considerados de “má reputação”. A agressão ocorreu em 29 de fevereiro, logo após a vítima ter concluído a entrega de comida solicitada por um morador do condomínio onde o advogado vive.

Em depoimento à Polícia Civil, o entregador disse que após realizar a entrega, ele se dirigiu à saída do condomínio e foi fechado pelo carro do morador e quase caiu da moto. Nesse momento, iniciou-se uma discussão por causa do incidente.

Advogado foi preso após quebrar dentes de entregador com um soco

O entregador foi agredido com um soco no rosto e teve dois dentes quebrados. Além disso, o suspeito disse que iria deixar a esposa em casa e voltaria para matá-lo. A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local, segundo a equipe, o suspeito estava em casa e bastante alterado.

Vídeo: agressor é preso após espancar e arrastar mulher pelo asfalto

Em gravação, criminoso aparece puxando vítima desacordada pelos cabelos, depois de espancá-la. Ele foi preso em flagrante, no Novo Gama (GO)

Um criminoso foi preso em flagrante pela Polícia Militar de Goiás (PMGO), na noite dessa quinta-feira (29/2), após agredir a companheira e arrastá-la pelo asfalto. A tentativa de feminicídio aconteceu na Quadra 596 do Pedregal, no Novo Gama (GO), Entorno do Distrito Federal.

Moradores da região testemunharam o momento em que o agressor derrubou a vítima no chão e, enquanto ela parecia estar desacordada, o criminoso a arrastou pelos cabelos no meio da rua.

Depois de gravarem a ação e ouvirem o criminoso ameaçar matar a companheira, as testemunhas intervieram e correram atrás do agressor, mas ele fugiu para a casa onde morava com a vítima.

Quando chegaram ao local onde ela estava, os policiais militares a encontraram em convulsão, bastante machucada e com queimaduras no rosto e nas costas, devido ao atrito da pele com o pavimento.

Após se recuperar, a vítima, que chegou a desmaiar durante o espancamento, contou que havia sido agredida pelo companheiro em casa, na frente dos dois filhos, de 6 e 10 anos.

Em seguida, ela disse aos PMs que o criminoso estaria na casa em que a família morava. Enquanto os policiais seguiram para o endereço, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou a vítima para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Novo Gama.

Na casa da família, os policiais encontraram o imóvel com chamas e fumaça, além de armários na calçada. Em seguida, procuraram pelas crianças e pelo agressor. Quando o encontraram, ele disse que os filhos da vítima brincavam na rua.

Quando o pai do criminoso chegou e ficou com as crianças, o agressor foi levado para a 5ª Delegacia Regional de Polícia (Luziânia). Até a mais recente atualização desta reportagem, as forças de segurança não haviam divulgado a identidade do agressor.

 

Agressor espanca companheira e deixa vítima desacordada no DF. Vídeo

Vítima levou chutes, socos e puxões de cabelo. Amiga da vítima testemunhou agressões, mas foi empurrada para fora. Agressor está foragido

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) procura por Gabriel da Silva Teixeira (foto em destaque e abaixo), 29 anos, foragido pelos crimes de ameaça, dano e lesão corporal. Ele desapareceu após agredir violentamente a companheira – que não terá o nome divulgado –, na terça-feira (27/2), com chutes, socos, tapas e puxões de cabelo. O caso é apurado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher I (Deam I).

Câmeras de segurança do apartamento onde os dois estavam, em Samambaia Sul, registraram a violência, inclusive quando o criminoso arrastou a vítima para outro cômodo, enquanto ela estava desacordada.

No início do vídeo, ela e outra mulher aparecem conversando. A testemunha havia ido ao imóvel ao saber que a amiga estava com medo do agressor. Quando Gabriel aparece, ele começa a agredir a companheira.

O agressor xingava a vítima e a ameaçava de morte. A testemunha tentou impedir a violência, mas não conseguiu e acabou empurrada para fora do apartamento. 

Depois que a amiga da vítima saiu, as agressões se intensificaram, e a companheira de Gabriel foi derrubada ao chão. Ela bateu a cabeça e desmaiou em seguida.

Mesmo desacordada, continuou a receber chutes, além de ser agredida com uma cadeira e arrastada pelos cabelos. O criminoso ainda teria rasgado as redes de proteção das janelas do imóvel para jogar a vítima do quinto andar.

A intenção de Gabriel seria matá-la e fazer o caso parecer um suicídio, segundo as investigações. Apesar das agressões, a vítima sobreviveu.

Depois de cometer o crime, Gabriel ligou para o filho da companheira e disse ter sido agredido, para disfarçar as marcas que tinha pelo corpo. Ele também ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu), que levou a vítima para o Hospital Regional de Ceilândia (HRC).

Desde então, o agressor é procurado. Quem tiver informações sobre o paradeiro de Gabriel deve entrar em contato com a PCDF, pelo telefone 197 ou pelo e-mail da corporação (denuncia@pcdf.df.gov.br). Não é necessário se identificar.

Suspeitos de espancar homem com tijolos, pedras e chutes são presos

Polícia Civil prendeu dois suspeitos pelo crime e procura por outro envolvido que teria participado do espancamento. Vítima está internada

Os suspeitos de espancar um homem com tijoladas, socos, tapas, chutes, joelhadas, pedradas e até com uso de telhas, no Setor de Mansões de Sobradinho 2, foram presos pela Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) na tarde dessa quinta-feira (1º/2).

Equipes da 35ª Delegacia de Polícia (Sobradinho 2) prenderam em flagrante dois homens, de 34 e 33 anos, por crime de homicídio tentado e qualificado por emprego de meio cruel. A vítima tem 29 anos e continuou a ser agredida mesmo após cair ao chão e estar visivelmente inconsciente.

O crime foi filmado, e as câmeras flagraram a agressividade dos criminosos. Um dos suspeitos chegou a ser atingido pela vítima com uma faca e está hospitalizado. O terceiro agressor que aparece nas imagens foi identificado e é procurado pela polícia.

A vítima estava com machucados no rosto e suspeita de fratura no nariz, segundo o Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF). Ela foi transportada para o Hospital Regional de Sobradinho (HRS) consciente, mas em estado grave e desorientada.

O homem agredido, que não teve a identidade divulgada, permanecia em estado grave no HRS até a manhã desta sexta-feira (2/2), enquanto aguarda transferência para o Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF)

Imagens chocantes: jovem é espancado por trio na porta de hotel no DF

Jovem leva socos e chutes, sendo até mesmo pisoteado por três pessoas. Um dos agressores foi preso e outros dois identificados

Um jovem de 18 anos foi espancado no meio da rua, na porta de um hotel, na Avenida Hélio Prates, em Taguatinga Norte. Samuel Lopes Alencar foi brutalmente agredido com murros, chutes, sendo até mesmo pisoteado. Ele foi encaminhado ao Hospital de Base em estado grave e perda de massa encefálica. A violência ocorreu na manhã de domingo (28/1).

Em vídeos de comércio local, é possível ver que o jovem anda pela rua quando um carro o aborda e Samuel vai ver do que se trata. Em seguida, um homem sai desse veículo e começa a espancar o rapaz.

As imagens mostram ainda o jovem largado na rua desacordado. Alguns segundos depois, outros pedestres se aproximam do jovem e tentam fazer o socorro.

O principal agressor foi identificado e preso nessa segunda-feira (30/1) por tentativa de homicídio. O homem de 25 anos aparece nas imagens, o que possibilitou a prisão em flagrante. A PCDF não revelou o nome dos agressores.

De acordo com o delegado responsável pelo caso, Thiago Boeing, a vítima está em coma com diversas lesões pelo corpo. “Também participaram da agressão outras duas pessoas que já foram identificadas e estão sendo procuradas”, declarou.

O caso é investigado pela 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga).