Seja bem-vindo. 16 de abril de 2024 05:34
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Vídeo: agressor é preso após espancar e arrastar mulher pelo asfalto

Em gravação, criminoso aparece puxando vítima desacordada pelos cabelos, depois de espancá-la. Ele foi preso em flagrante, no Novo Gama (GO)

Um criminoso foi preso em flagrante pela Polícia Militar de Goiás (PMGO), na noite dessa quinta-feira (29/2), após agredir a companheira e arrastá-la pelo asfalto. A tentativa de feminicídio aconteceu na Quadra 596 do Pedregal, no Novo Gama (GO), Entorno do Distrito Federal.

Moradores da região testemunharam o momento em que o agressor derrubou a vítima no chão e, enquanto ela parecia estar desacordada, o criminoso a arrastou pelos cabelos no meio da rua.

Depois de gravarem a ação e ouvirem o criminoso ameaçar matar a companheira, as testemunhas intervieram e correram atrás do agressor, mas ele fugiu para a casa onde morava com a vítima.

Quando chegaram ao local onde ela estava, os policiais militares a encontraram em convulsão, bastante machucada e com queimaduras no rosto e nas costas, devido ao atrito da pele com o pavimento.

Após se recuperar, a vítima, que chegou a desmaiar durante o espancamento, contou que havia sido agredida pelo companheiro em casa, na frente dos dois filhos, de 6 e 10 anos.

Em seguida, ela disse aos PMs que o criminoso estaria na casa em que a família morava. Enquanto os policiais seguiram para o endereço, uma equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) levou a vítima para a Unidade de Pronto-Atendimento (UPA) do Novo Gama.

Na casa da família, os policiais encontraram o imóvel com chamas e fumaça, além de armários na calçada. Em seguida, procuraram pelas crianças e pelo agressor. Quando o encontraram, ele disse que os filhos da vítima brincavam na rua.

Quando o pai do criminoso chegou e ficou com as crianças, o agressor foi levado para a 5ª Delegacia Regional de Polícia (Luziânia). Até a mais recente atualização desta reportagem, as forças de segurança não haviam divulgado a identidade do agressor.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *