Seja bem-vindo. 29 de fevereiro de 2024 13:34
Previous
Next

Homem mata e arranca órgãos de mulher horas após ela registrar BO

As polícias Militar e Civil prenderam Marcelo Nistarda Antoniassi, de 49 anos, principal suspeito de matar a facadas a esposa, Milena Dantas Bereta Nistarda, de 53 anos. O crime foi na tarde de segunda-feira (26)

De acordo com informações contidas no boletim de ocorrência, a vítima foi morta com requintes de crueldade. Segundo os policiais, depois de solicitar uma medida protetiva contra o marido, Milena voltou e se trancou em casa. Ela foi assassinada quatro horas depois. As polícias Militar e Civil prenderam Marcelo Nistarda Antoniassi, de 49 anos, principal suspeito de matar a facadas a esposa, Milena Dantas Bereta Nistarda, de 53 anos.
O crime foi na tarde de segunda-feira (26), em Tupã-SP. De acordo com informações contidas no boletim de ocorrência, a vítima foi morta com requintes de crueldade. Segundo os policiais, depois de solicitar uma medida protetiva contra o marido, Milena voltou e se trancou em casa. Ela foi assassinada quatro horas depois.

O suspeito chegou, derrubou o portão com o carro, invadiu a casa, golpeou a mulher várias vezes e arrancou as vísceras e o coração da vítima.

Homem de 59 anos é morto com tiro na cabeça no DF

O homicídio ocorreu por volta das 9h desta segunda-feira (26/2), no Sol Nascente. O autor do disparo não foi identificado

Um homem de 59 anos morreu após ser baleado com um tiro na cabeça, na manhã desta segunda-feira (26/2). O crime aconteceu na Rua 23 do Sol Nascente, por volta das 9h.

De acordo com a Polícia Militar do DF, a autoria do homicídio não foi identificada. A investigação está a cargo da Polícia Civil.

Aguarde mais informações

Homem rouba carro no DF, e morre em Valparaíso.

A pericia trabalha no Laudo para informar a policia sobre a dinâmica do acidente 

A polícia militar de Valparaíso foi acionada na manhã desta quinta-feira 22/02 04;39 hs para atender uma ocorrência no jardim céu azul, bairro de Valparaíso, segundo informações um carro teria invadido uma casa depois de bater em outros dois veículos.

No local, com ajuda do corpo de bombeiros, os policiais esperavam o procedimento por parte dos profissionais que minutos depois informaram o óbito por afundamento do crânio, perda de massa encefálica e suspeita de pescoço quebrado, o condutor acusado é do roubo e não foi identificado.

Durante o procedimento de espera pela polícia técnica e rabecão, os policiais tomaram conhecimento que através do vítima, dono do carro, que foi até o local que ‘’ e disse que teria sido roubado pelo acusado às 03;50 da madrugada no bairro total Ville DF’’. O autor do roubo, seria o homem morto durante o acidente que estava morto dentro do carro.

Segundo a vítima, Assim que roubou o carro, o autor fugiu sentido Valparaíso a entrando na Df 290, e Jardim céu azul, ao passar pela rua em alta velocidade, o acusado do roubo perdeu o controle vindo bater em outros dois veículos e invadir a casa onde morreu.

Diante de todas informações o caso foi registrado na delegacia, ciops do céu azul onde o proprietário do carro vítima de roubo foi ouvido, o caso seguirá em investigação para saber a dinâmica do acidente.

Homem morto após “mata-leão” em karaokê foi amarrado com cabo elétrico

O segurança do estabelecimento foi autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar

Uma pessoa em situação de rua, identificada como Diego Arco Iris Nogueira Lima, morreu após invadir um karaokê, na madrugada desta quarta-feira (21/2), na 305 Norte. O homem, que não teve a idade divulgada, precisou ser imobilizado por um segurança do estabelecimento, que lhe aplicou um golpe conhecido como “mata-leão”. Contudo, a vítima morreu.

Testemunhas afirmaram que Diego estava em surto e chegou a ser amarrado com cabos de energia. Um agente administrativo da Polícia Federal (PF) que presenciou os fatos relatou à coluna Na Mira que o suspeito correu em direção à entrada do estabelecimento, mas o segurança conseguiu contê-lo. Depois, porém, o homem em situação de rua voltou ao local com uma faca e entrou no depósito do estabelecimento.

O agente da PF explicou que foi em direção à entrada e ouviu pessoas gritando. O servidor sacou a arma e deu ordem para que ele deitasse no chão. Ainda segundo a testemunha, o suspeito não obedeceu e permaneceu agitado, inclusive tentando roubar sua arma, momento em que o agente imobilizou o morador de rua.

“Mata-leão” e cabo elétrico

Contudo, como o homem seguia desrespeitando os comandos e o segurança do estabelecimento, então, desferiu o “mata-leão”. Com ajuda de outras pessoas que estavam no local, o vigilante amarrou Diego Arco Iris com um pedaço de cabo elétrico.

Depois que a Polícia Militar chegou ao local, os envolvidos perceberam que o homem não estava se movimentando. O agente e os PMs tentaram reanimá-lo, mas sem sucesso. O Corpo de Bombeiros chegou ao local e constatou o óbito. O caso foi registrado na 5ª Delegacia de Polícia (área central) e o segurança, que aplicou o mata-leão, foi autuado por homicídio culposo, quando não há intenção de matar.

Homem em surto psicótico morre após ser baleado pela PM no DF

De acordo com a PMDF, os policiais atiraram contra o jovem pois ele estava “muito agressivo e fazendo diversas ameaças”

Um homem de 33 anos, de identidade não divulgada, morreu após ser baleado por policiais militares do Distrito Federal na noite desta terça-feira (20/2). De acordo com a PMDF, ele estava em surto psicótico.

Os militares foram acionados pela mãe do jovem por volta das 21h. Ao chegarem na Chácara 89 do Sol Nascente, a mulher informou que o jovem estava “muito agressivo e fazendo diversas ameaças”.

Quando a PMDF chegou ao local, o homem em surto teria atacado os policiais militares com um facão. Um policial ficou ferido.

“Foi necessário disparo de arma de fogo por parte da equipe do 10º Batalhão para que a agressão cessasse”, informou a PMDF. O jovem ficou ferido e chegou a ser atendido pelos policiais e bombeiros, porém, morreu no local.

A 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia Centro) investiga o caso.

Mulher é morta pelo ex companheiro em Novo Gama.

O feminicídio foi motivado por ciúmes, segundo populares o autor não aceitava o fim do relacionamento.

Policiais militares que atenderam a ocorrência a equipe foi acionada por volta das 3h00 da madrugada desta Quarta-feira 14/02 Para atender uma possível vítima de disparo de arma de fogo, o crime ocorreu na parada 11/12 bairro Pedregal no município Goiano de Novo Gama.

No local os policiais encontraram a vítima Nayra suelen de Oliveira 25 anos caída ao solo ferida a tiros, os policiais tomaram conhecimento do autor dos disparos seria o ex, marido da vítima Walisson da Silva Pereira 38 anos, e assim que atirou contra a vítima se evadiu do local conduzindo o veículo Honda New civic na cor prata placa ONA 8289.

Os policiais conseguiram apurar que a vítima teria sido atingida com pelo menos 04 disparos, Equipe do SAMU foi acionada a comparecer no local e por mais de 40 minutos tentou reanimar  ou estabilizar a vítima  em estado crítico, Após seguidas tentativas de reanimação foi decretado óbito da jovem local, Nayra deixa dois filhos.

Diante das informações a polícia militar fez buscas nas imediações no intuito de localizar o autor chegando ir até o local apontado como moradia do acusado porém ele não foi localizado, a ocorrência foi registrada no ciops do Jardim céu Azul, e será investigado pela Deam, delegacia especializada no atendimento a mulher de novo Gama.

O ex, autor do crime é procurado pela policia Walisson da Silva Pereira 38 anos, é procurado pela polícia. 

 

Preso do semiaberto é executado a tiros na porta de cadeia no DF

Crime ocorreu na manhã de sexta-feira (9/2), quando reeducando deixava a prisão. Caso é investigado pela 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro)

Um preso do semiaberto do sistema penitenciário do Distrito Federal foi morto a tiros ao deixar a cadeia por volta das 5h30 de sexta-feira (9/2).

Dielson S. Alves, de 43 anos, havia acabado de sair do galpão do Centro de Progressão Penitenciária (CPP), no Setor de Indústria Abastecimento (SIA), junto com outros internos.

No momento em que embarcavam em um carro, um motociclista se aproximou e efetuou diversos disparos. Segundo testemunhas, pelo menos sete tiros teriam sido deflagrados. Dielson morreu no local. A execução é investigada pela 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro).

Dielson, recentemente, esteve envolvido em uma tentativa de homicídio.

De acordo com a Seape, o custodiado saía para o trabalho no Gama no momento do crime. Dielson cumpria regime semiaberto no CPP desde abril de 2023.

Logo após os disparos, policiais penais acionaram o Corpo de Bombeiros, que constatou a morte do custodiado. O local foi preservado para perícia, e o caso registrado na 3ª DP.

Mulher é assaltada por amigo, reage e morre estrangulada com lençol

O homem tentou fugir, mas foi pego pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) em Brazlândia, região administrativa do DF

Uma mulher de 41 anos foi morta, na tarde desta segunda-feira (5/2), após reagir a um assalto em Brazlândia, no Distrito Federal. O assassino, Jilsimário Gonçalves de Souza, 38 anos, tentou fugir, mas foi pego pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF).

Testemunhas disseram à polícia que o assassino e a vítima eram amigos e usuários de drogas. Ambos estavam na Quadra 4, Setor Veredas, quando o suspeito decidiu roubar a amiga.

Ele invadiu a casa da vítima e separou os pertences dela, mas foi flagrado. Ela reagiu e foi morta estrangulada com um lençol. A vítima foi encontrada em sua residência, com o pano em volta de seu pescoço.

Testemunhas disseram ainda que ele não tinha qualquer relação íntima de afeto com ela. O homem tinha diversas passagens pela 18ª Delegacia de Polícia (Brazlândia), que ficará responsável pela investigação deste latrocínio (roubo seguido de morte).

Homem foi morto em churrasco com tiro no peito após briga por política

Hernando Antônio da Silva foi morto aos 36 anos, com tiro no peito, após discussão por política e tamanho de lotes, em Planaltina

O que era para ser uma confraternização entre amigos virou tragédia no início da noite deste domingo (5/2), em Planaltina. Hernando Antônio da Silva foi baleado e morto, aos 36 anos, por seu colega Walfredo Romano Alves Junior, de 52 anos. Após efetuar um disparo no peito da vítima, o suspeito fugiu.

O crime ocorreu na QR 6 do Arapoanga. Testemunhas informaram que Hernando Silva morava na região há pouco tempo. Ele participava de um churrasco na casa do autor, acompanhado da namorada. Walfredo Junior estaria assando carne quando começou a discutir com Hernando sobre lotes no Araponga.

Hernando dizia que a mãe dele tinha um lote e que o terreno era bom. E Walfredo afirmava que “fulano tinha um lote lá e que também era bom”. As testemunhas relataram que a discussão girou sempre nesse sentido, de quem tinha o lote melhor, e sobre o cenário da política local.

  1. Durante a discussão, os dois ficaram em pé, momento em que Hernando teria pedido para ir embora. O autor entrou em casa e voltou vestindo uma jaqueta preta e com uma arma, calibre 12. Ele apontou a espingarda para a vítima e disparou ameaças: “Você quer ser mais homem que eu? Você não é mais homem que eu”.

Em resposta, Hernando abriu os braços e disse: “Se você quer me matar, atira!”. O autor, então, encostou o cano da arma no peito de Hernando e desferiu o disparo. A vítima morreu na hora.

Polícia Civil investiga morte de jovem após mal súbito em prova da PM

Advogada Gabriela Rosa, 27 anos, desmaiou ao participar de teste físico de corrida. Ela foi levada para o hospital, mas morreu na UTI

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) investiga as circunstâncias e a causa da morte da jovem que teve um mal súbito durante o Teste de Aptidão Física (TAF) para ingresso na Polícia Militar. A advogada Gabriela Rosa dos Santos Gontijo (foto em destaque), 27 anos, passou pelas provas de seleção no domingo (28/1), quando não se sentiu bem e desmaiou. Ela foi levada às pressas ao hospital, mas morreu no dia seguinte (29/1).

Inicialmente, Gabriela foi transportada para a Unidade de Pronto Atendimento (UPA) do Núcleo Bandeirante; de lá, acabou transferida para o Hospital Daher, no Lago Sul. A jovem chegou a ser internada na unidade de terapia intensiva (UTI), em estado gravíssimo, mas não resistiu.

A comissão de aprovados no concurso detalhou que a advogada passou mal após fazer o teste de corrida, por volta das 15h. No caso de candidatas, a performance mínima era percorrer 2,2 km em até 12 minutos. Além dessa avaliação, ocorreram as provas de barra e de flexão abdominal.

O delegado-chefe da 10ª Delegacia de Polícia (Lago Sul), Wisllei Salomão, à frente das investigações, comentou que o corpo da jovem passou por exame no Instituto de Medicina Legal (IML), que produzirá laudo para apontar as causas da morte.