Seja bem-vindo. 16 de abril de 2024 00:43
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Morreu o padrasto acusado de matar e sumir com corpo da enteada em Valparaíso

Morreu o padrasto acusado de matar e sumir com corpo da enteada em Valparaíso

Informação foi confirmada ao radar através de uma fonte, Waldezar estaria em sua fazenda quando foi encontrado morto pelo filho, a polícia esteve no local e por se tratar de uma morte aparentemente natural foi acionado o SVO (serviço de verificação de óbito) para atestar a morte.

 

Após passar por procedimentos no IML de posse, o corpo de waldezar Cordeiro de Matos foi entregue a família e funerária, trazido para Brasília onde foi realizado a despedida discreta, o sepultamento aconteceu na capela 07 do cemitério campo da esperança Asa Sul DF.

O velório ocorreu das 13h30 às 15h30 e o sepultamento ocorreu às 16;00 onde familiares se despediram do corpo.

Na época 2017, A Polícia Civil de Goiás prendeu, Waldezar Cordeiro de Matos, 69 anos, suspeito de matar e sumir com o corpo da enteada Thayná Ferreira Alves, 21 anos, em fevereiro de 2017, em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal.
A mãe da estudante Thayná Ferreira Alves, disse que a filha sumiu após pegar carona com o padrasto, ela instalou outdoor em Valparaíso de Goiás, para pedir ajuda para encontrar a jovem. A Polícia Civil concluiu que o homem matou e ocultou o corpo da enteada, o qual nunca foi achado. O padrasto chegou a ser preso e foi solto por falta de provas e estava em liberdade e ainda não tinha sido julgado.

A mãe de thayná, Jussara ainda tem esperança de encontrar pelo menos Ossada da Filha.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *