Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 10:09
Previous slide
Next slide

Traficante é presa suspeita de tentativa de homicídio em Ceilândia

A suspeita estava sob prisão domiciliar, sendo monitorada eletronicamente por meio de tornozeleira

Na tarde de quinta-feira (9), a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por intermédio da 15ª Delegacia de Polícia (Ceilândia), desencadeou a Operação Stab, culminando na detenção de uma mulher de 28 anos, suspeita de envolvimento em uma tentativa de homicídio. O episódio ocorreu na região de Ceilândia.

De acordo com as investigações conduzidas, no último dia 26 de abril, a mulher, conhecida como traficante na área, se envolveu em uma acalorada discussão com a vítima, uma usuária de substâncias ilícitas. Durante o conflito, a suspeita teria desferido múltiplos golpes de faca contra a vítima, em plena via pública, nas proximidades de uma pastelaria situada na CNN 02.

O ato criminoso foi testemunhado por transeuntes presentes no local e capturado por câmeras de vigilância. A vítima foi prontamente socorrida pelos serviços de emergência do Corpo de Bombeiros e encaminhada ao Hospital Regional de Ceilândia (HRC), onde recebeu tratamento médico.

A equipe da 15ª DP iniciou uma investigação minuciosa e, por meio de depoimentos de testemunhas e análise das imagens de câmeras de segurança, conseguiu identificar a suposta autora do delito. Vale ressaltar que a mulher já tinha em seu histórico três prisões em flagrante por crimes como tráfico de entorpecentes, posse ilegal de arma de fogo de uso restrito e receptação.

No momento do ocorrido, a suspeita estava sob prisão domiciliar, sendo monitorada eletronicamente por meio de tornozeleira. Diante das evidências, a autoridade policial solicitou a decretação da prisão preventiva da acusada e a emissão de um mandado de busca e apreensão em sua residência, medidas que foram deferidas pelo Tribunal do Júri de Ceilândia.

Durante as diligências, os policiais localizaram a mulher nas imediações do local do crime e efetuaram sua prisão, embora a faca utilizada na ação não tenha sido recuperada. No momento da detenção, a suspeita foi flagrada tentando interferir no monitoramento eletrônico, envolvendo sua tornozeleira com papel alumínio. Durante o interrogatório, a mesma optou por permanecer em silêncio.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *