Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 09:51
Previous slide
Next slide

Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama Gracinha Caiado acompanharam os preparativos para a saída do comboio, na manhã desta sexta-feira (10/05), em Goiânia; veículos levam alimentos, água potável, roupas e medicamentos

Governador Ronaldo Caiado e primeira-dama Gracinha Caiado acompanharam os preparativos para a saída do comboio, na manhã desta sexta-feira (10/05), em Goiânia; veículos levam alimentos, água potável, roupas e medicamentos

Donativos arrecadados por meio de campanhas do Governo de Goiás, empresas e população serão levados ao Rio Grande do Sul, nesta sexta-feira (10/05), para apoiar as famílias vítimas da enchente da última semana. O governador Ronaldo Caiado e a coordenadora do Goiás Social e primeira-dama Gracinha Caiado acompanharam os últimos preparativos para a partida do comboio de 16 carretas, em uma área ao lado do Estádio Serra Dourada, em Goiânia.

Com 200 toneladas alimentos, água potável, roupas, colchões e medicamentos, os veículos devem chegar em solo gaúcho entre domingo e segunda-feira. “Esses produtos serão levados para atender vidas. Por isso, estamos colocando carinho ao embalar cada item, discriminando e organizando os pacotes para facilitar a vida daqueles que já estão em dificuldade”, enfatizou o governador, após afirmar que a tragédia merece “dedicação” por parte dos governantes de todo o Brasil.

A remessa inclui 60 toneladas de cestas básicas, 100 mil litros de água, 42 toneladas de roupas, cobertores e 10 mil unidades do alimento Mix do Bem, além de kits de medicamentos. O comboio terá livre trânsito nas praças de pedágio ao longo do trajeto de mais de 2 mil quilômetros. “Agradeço por esse trabalho desenvolvido por vocês e digo que nós teremos outros comboios partindo de Goiás, principalmente com medicamentos, que é o que mais nos preocupa neste momento”, acrescentou Caiado.

“Estamos enviando também mil filtros de barro, porque muitas localidades estão sem energia elétrica e essa é a maneira mais fácil de filtrar água para beber”, explicou a primeira-dama. Ela pediu à população que continue fazendo doações, já que a arrecadação seguirá até o dia 22 deste mês. Os quartéis do Corpo de Bombeiros estão entre os pontos de coleta. “Se cada um se colocar no lugar daquelas pessoas, a gente consegue ajudar muito mais. Juntos, nossa ajuda é muito maior”.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *