Seja bem-vindo. 24 de junho de 2024 03:18
Previous slide
Next slide

PM entra em casa e mata cachorro de moradora com tiro na cabeça

Uma confusão entre policiais militares e moradores acabou com a morte de um cachorro no bairro da Vila Cauhy, no Núcleo Bandeirante, região administrativa do DF. A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) queria entrar na casa de uma mulher alegando estar procurando por um suspeito de tráfico de drogas. A moradora negou ao pedido deles, que mesmo assim adentraram e realizaram a busca no domicílio. Uma confusão foi iniciada no local e um dos policiais efetuou um disparo na cabeça do animal. A droga não foi encontrada.

Os policiais monitoravam o bairro, quando avistaram um homem jogando um pacote supostamente com drogas dentro do lote. Os militares, ao chegarem na casa, foram informados pelos moradores que ali estava tudo bem, mas a polícia insistiu que era uma situação de flagrante e entrou no local para averiguar a situação. Durante a busca, um dos policiais se “assustou’ com o cachorro da moradora e abriu fogo contra o animal.

“Na hora, nos disseram que estava procurando um suspeito e que se assustou com o cachorro”, relatou Maria. “A polícia não entra no Lago Sul, não invade uma mansão e mata um cachorro de bacana. Mas por ser comunidade, eles se sentem no poder de chegar e fazer o que querem”, reclamou. O momento após os disparos foi registrado em vídeo e mostra vizinhos e familiares desesperados com o acontecido.

 

Em nota, a PMDF disse que o policial foi “atacado” pelo cão de grande porte “durante a ocorrência de tráfico de drogas”. E que “para se defender, o policial desferiu um único disparo e alvejou o cão”.

 

Nota oficial

 

“Um policial militar foi atacado por um cão de grande porte durante uma ocorrência de tráfico de drogas nesta quinta-feira (9) por volta das 10h na Vila Cauhy, Núcleo Bandeirante. Para se defender, o policial desferiu um único disparo e alvejou o cão. A equipe realizava o patrulhamento quando avistou um homem, que ao perceber a aproximação dos policiais, jogou uma porção de drogas dentro de um lote. Com o objetivo de apreender a droga, um militar adentrou o lote e neste momento foi atacado pelo referido cão. Após o disparo, moradores da região avançaram contra os policiais com o objetivo de libertar o suspeito de tráfico. Foi necessário o apoio de outras Unidades Especializadas da PMDF para conter os ânimos exaltados. Durante o tumulto, o suspeito conseguiu fugir e ainda não foi localizado. Sete homens e uma mulher foram presos por facilitar a fuga do detido, desacato e desobediência, sendo conduzidos à 21ª Delegacia de Polícia”. Segundo a polícia, a apreensão das drogas não foi feita por conta da população ter derrubado o policial em questão e atrapalhado a investigação. Também foi informado que o oficial não apresentou lesão e por isso não foi feito exame de corpo de delito.

Um boletim de ocorrência foi feito na 21ª DP (Taguatinga Sul) e as investigações seguem.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *