Seja bem-vindo. 14 de junho de 2024 06:21
Previous slide
Next slide

Feminicídio: mulher é morta estrangulada pelo companheiro

Diana Farias foi encontrada morta na manhã desta 2ª feira, na QNM 24 de Ceilândia. Kelsen Oliveira de Macedo fugiu após cometer feminicídio

Uma mulher foi encontrada morta, estrangulada pelo companheiro, por volta das 8h35 desta segunda-feira (15/1). O feminicídio ocorreu na QNM 24, em Ceilândia. O Metrópoles apurou que a vítima se trata de Diana Faria Lima (foto em destaque), 37 anos. A polícia procura pelo suspeito de cometer o feminicídio, identificado como Kelsen Oliveira de Macedo, 42.

Informações iniciais sobre o caso dão conta de que um vizinho teria ouvido o casal discutir durante a noite. Pela manhã, Diana foi encontrada sem vida e com a traqueia afundada.

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) informou que havia sido acionada para o endereço onde estava a vítima, para atender a uma suposta ocorrência de queda no banheiro.

O próprio companheiro da vítima ligou para pedir socorro à PM, segundo a corporação, e disse que a esposa tomava banho, quando teria supostamente usado cocaína e caído com sangramento pela boca e pelos ouvidos.

Depois de chegarem ao local do crime, os policiais pediram apoio do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), que confirmou a morte de Diana e enviou uma aeronave para atender a ocorrência.

O CBMDF chegou a tentar reanimar a vítima, que estava em parada cardiorrespiratória e tinha suspeita de traumatismo cranioencefálico e sangramento nos ouvidos

Diana também “apresentava lesão no rosto e afundamento da traqueia”. “O solicitante [quem ligou para a polícia], que é companheiro da vítima, informou que ela era dependente química e estava sob efeito de cocaína. Ele fugiu do local”, completou a PMDF.

O caso é investigado pela Delegacia Especial de Atendimento à Mulher (Deam) 2, em Ceilândia.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *