Seja bem-vindo. 29 de fevereiro de 2024 14:56
Previous
Next

Procurado pela justiça baleado durante abordagem em Valparaíso

Identificado por Rodrigo Alves Pinto, de 29 anos, é procurado pela justiça e condenado em dois processos por tráfico de drogas em Luziânia.

O procurado estava em liberdade condicional respondendo por um processo anterior, porém, acabou sendo condenado no segundo processo, ambos pelo MPGO da Espera Criminal do Fórum de Luziânia Goiás. Durante o período em que estava respondendo em liberdade condicional, o procurado baleado na manhã desta quarta-feira 28/02 parou de se apresentar diante da justiça para assinar documentos em liberdade condicional. 

No primeiro processo, o procurado cumpriu 1/3 da pena e foi colocado para responder o crime em liberdade condicional, já na rua , o segundo processo o condenou novamente a cumprir pena na cadeia fechada, por não querer voltar ao presídio, reagiu à abordagem tomando a arma do policial em seguida sendo baleado e socorrido.  

A Frequência acabou de assinar condicional acabou quando o procurador tomou conhecimento que teria sido condenado no segundo processo que tramita no Judiciário também pelo art. 33 do Código Penal, tráfico de drogas. Considerado procurado e perigoso pela justiça, passou a ser procurado. no momento que foi abordado o procurado viu a viatura demonstrou nervosismo, ainda chegou a negar que era procurado e andava tranquilo pelas ruas da cidade.

Durante a revista conseguiu pegar a arma do policial e acabou sendo baleado, ainda no chão contido por policiais, com arma do policial atira tentando atingir, socorrido a unidade hospitalar da cidade, e devido à gravidade o procurado acabou sendo transferido ao Hospital de base de Brasília para procedimento cirúrgico.

Passando todo processo hospitalar, o procurado será recambiado a um presídio municipal de Luziânia e ficará à disposição do poder judiciário.

Preços das passagens de ônibus do Entorno aumentam no domingo (25/2)

Reajuste autorizado pela ANTT será de 8,56%. Novos valores das passagens passam a ser praticados a partir da 0h deste domingo (25/2)

As passagens das linhas de ônibus que circulam no Entorno do Distrito Federal vão ficar mais caras a partir da 0h deste domingo (25/2), informou a Agência Nacional de Transportes Terrestres (ANTT). A deliberação consta no Diário Oficial da União (DOU) desta sexta-feira (23/2).

O reajuste médio será de 8,56%. Os preços finais vão variar de acordo com a linha.

A ANTT divulgou tabela com os valores que passarão a ser cobrados.

Veja a íntegra do texto publicado no DOU:

Dois aumentos em 2023

No ano passado, a ANTT reajustou duas vezes a passagem em duas ocasiões: em março (12%) e em agosto (15%).

A ANTT é responsável, desde fevereiro de 2023, pela gestão das mais de 400 linhas de ônibus que realizam um transporte diário de cerca de 175 mil passageiros entre os trechos.

O transporte semiurbano entre o Distrito Federal e o Entorno não é subsidiado pelo governo e os recursos para manutenção do serviço vêm integralmente das tarifas pagas pelos usuários, diz a ANTT.

Logo após assumir o comando das linhas, a Agência optou por não conceder reajuste imediato de 40% a fim de evitar um grande impacto no bolso da população.

Os índices de reajuste, como elevação nos valores de combustível, óleo lubrificante, pneus e do Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) acumulado dificultaram, na visão da ANTT, a manutenção do preço das tarifas.

Goiás: polícia apreende fuzis e 500 munições enterrados em quintal

Dupla presa durante ação é suspeita de pertencer a facção criminosa. Um terceiro envolvido, apontado como líder da quadrilha, está foragido

A Força Integrada de Combate ao Crime Organizado do Estado de Goiás (Ficco) e a Polícia Militar de Goiás (PMGO) apreenderam três fuzis .556 e 500 munições, em Goianira (GO). As armas foram encontradas enterradas no quintal de uma casa. Duas pessoas acabaram presas.

A identidade dos presos não foi divulgada, e a apreensão dos itens ocorreu após recebimento de denúncia anônima. Testemunhas informaram que a residência era ponto de tráfico. O flagrante do crime ocorreu nessa segunda-feira (19/2).

No endereço, a polícia não localizou drogas, mas um homem mostrou o local onde estavam enterradas as armas. Outro indivíduo também foi preso, suspeito de ter mandado enterrar o armamento.

A dupla seria integrante de uma facção criminosa, segundo as forças de segurança. Um terceiro envolvido, apontado como líder da quadrilha, está foragido.

Em Goiás, a Ficco é composta pelas polícias Federal (PF), Civil (PCGO), Militar (PMGO) e Penal (PPGO) de Goiás, além da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Senappen). 

A força se baseia no modelo cooperativo, por meio do qual trabalham de forma integrada vários profissionais que compõem mais de um órgão do Sistema Único de Segurança Pública.

O foco do grupo é a prevenção e a repressão à criminalidade violenta, particularmente no combate a facções criminosas, ao tráfico de drogas e armas, furto, roubo e receptação de cargas ou valores, bem como lavagem e ocultação de bens, direitos ou valores e demais crimes conexos.

Vídeo: traficante é preso na Rodoviária após esbarrar em cão da PMDF

Homem vendia crack na Rodoviária de Brasília quando foi surpreendido por uma equipe do BPCães. Detido, foi levado à 5ª Delegacia de Polícia

Câmeras de segurança flagraram o momento em que um homem, que não teve a identidade revelada, é detido pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), por meio do Batalhão de Cães (BPCães), na Rodoviária de Brasília. Segundo a corporação, o suspeito vendia crack no local e, ao perceber a presença dos militares, tentou fugir, sendo surpreendido pela K9 Dóris.

O caso aconteceu em 30 de janeiro. Na ocasião, os policiais e a cadela farejadora patrulhavam a região quando observaram o momento em que um homem passava algo a outro e, ao mesmo tempo, recebia dinheiro das mãos do indivíduo.

Ao suspeitarem de tráfico de drogas, a equipe do BPCães caminhou em direção aos suspeitos para fazer uma abordagem. Um dos homens, no entanto, tentou fugir, arremessando algo ao chão, mas acabou tropeçando na K9 Dóris, que farejou odor de drogas. Ele foi imediatamente detido pelos policiais.

Segundo a PMDF, durante a revista, foi constatado que um dos envolvidos estava comprando crack. O homem declarou ser dependente químico e estava em posse de duas pedras de crack e de dois documentos de identidade com nomes diferentes.

Com o outro homem, os militares encontraram várias pedras de crack e cerca de R$ 250. Ao revistarem o suspeito, os PMs verificaram, ainda, que ele estava utilizando tornozeleira eletrônica.

A dupla foi conduzida à 5ª Delegacia de Polícia (Asa Norte).

Homem é condenado a 35 anos de prisão por asfixiar namorada no DF

Eduardo Regis da Cruz matou Luciana Gomes da Costa na frente dos filhos dela. Feminicídio ocorreu em agosto de 2022, no Sol Nascente

O Tribunal do Júri de Ceilândia condenou Eduardo Regis da Cruz a 35 anos de prisão em regime fechado pelo feminicídio de Luciana Gomes da Costa (foto em destaque), 35 anos. O homem matou a namorada asfixiada no Sol Nascente em agosto de 2022.

O júri aceitou as qualificadoras propostas pelo Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) de feminicídio cometido por motivo fútil, mediante asfixia e na presença de descendente da vítima.

No dia 10 de agosto de 2022, por volta das 7h, na Quadra 700 do Sol Nascente, Eduardo agrediu a vítima, com quem mantinha um relacionamento afetivo havia três meses e morava na mesma residência

Duas crianças de dois anos de idade, filhas de Luciana, moravam com o casal.

O réu chegou do trabalho e passou a discutir com Luciana por causa de um chocolate e uma quantia em dinheiro. Ao entrarem no quarto, Eduardo estrangulou a vítima na presença das crianças.

Vizinhos tentaram socorrer Luciana após o réu simular que a casa havia sido invadida, mas a encontraram desfalecida, com um cobertor por cima da cabeça e com sinais de estrangulamento.

Uma equipe do Corpo de Bombeiros esteve no local e encontrou a vítima sem sinais vitais. Eduardo foi preso em flagrante pelo feminicídio.

 

TJDFT condenou trio envolvido em homicídio de um casal, que foi morto a tiros dentro da própria residência na presença do filho

O Tribunal de Justiça do Distrito Federal e Territórios (TJDFT) condenou trio envolvido em homicídio de um casal, que foi morto com mais de 10 tiros dentro da própria residência, na presença do filho menor de idade. As penas, somadas, ultrapassam 59 anos de prisão. O crime aconteceu em abril de 2020 no Condomínio Privê, em Ceilândia.

A decisão fixou a pena de 35 anos de reclusão para Felipe Sousa Ferreira; 24 anos de reclusão para Vinícius Gonçalves da Silva, ambos em regime fechado, pelo duplo homicídio. Além disso, Nayron Augusto Santos Marques foi condenado a pena de 2 meses e 17 dias de detenção em regime aberto, pelo crime de favorecimento pessoal.

 

Conforme o processo, na data do crime, Felipe invadiu a residência das vítimas e efetuou disparos de arma de fogo contra elas, as quais morreram em razão das lesões. Vinícius teria ficado responsável pelo transporte e fuga do outro criminoso, após a execução do crime. Ainda de acordo com a decisão, Nayron teria auxiliado os autores do duplo homicídio a carbonizarem o veículo utilizado para fugir do local do crime.

O assassinato foi cometido em razão de divergências por conta de drogas além de ter ocorrido na presença do filho do casal, que na época tinha sete anos de idade. A defesa dos acusados solicitou a absolvição dos homens por falta de provas.

Ao fixar a pena de Felipe, o juiz pontuou que as circunstâncias são “inquestionavelmente mais graves” já que a execução do crime se deu na presença do filho do casal. Quanto a Vinícius, o magistrado explica que não há como imputar ao condenado o fato do crime ter sido cometido na frente da criança, já que ele estava no carro, não sendo possível afirmar que ele assumiu o risco por este fato.

Casa do Cidadão: MPGO inaugura nova sede das Promotoria de Justiça de Novo Gama

*Casa do Cidadão: MPGO inaugura nova sede das Promotoria de Justiça de Novo Gama*

*Novo Gama* – “A cada inauguração o Ministério Público fica mais forte, mais presente, por isso, hoje é um dia de festa, de celebração”. Assim o procurador-geral de Justiça de Goiás, Cyro Terra Peres, definiu a importância da inauguração da nova sede das Promotorias de Justiça de Novo Gama, cidade do Entorno Sul do Distrito Federal.

Em sua fala, ele acrescentou que o fato de o Ministério Público de Goiás (MPGO) contar com uma sede própria, a Casa do Cidadão, não significa somente estar em um novo espaço, “representa a autonomia do MP, a independência da instituição”. “Precisávamos ter a nossa casa. Sinal da nossa identidade”, ponderou.

A nova sede, inaugurada na manhã desta terça-feira (30/1), está localizada na Rua 44, Quadra 504, Lotes 4 a 6, Pedregal. O edifício possui dois pavimentos, com 1.124,03 m² de área construída e espaço para até 7 promotorias de Justiça. O prédio conta ainda com recepção, sala de segurança, sala de reuniões para 41 lugares, sala multiuso, copa, vestiário, almoxarifado, estacionamento e demais estruturas adequadas para o atendimento à população e ao desenvolvimento dos relevantes serviços das e dos integrantes da instituição.

Para a coordenadora das Promotorias de Justiça de Novo Gama, Cláudia Gomes, a obra representa o que é o Ministério Público, uma instituição forte, autônoma e que está aberta a receber todos. Ela agradeceu o esforço da administração para tirar o projeto do papel, assim como reconheceu o empenho de todas as servidoras e servidores da comarca, que trabalham de forma dedicada no atendimento à população do município, que atualmente é de mais de 100 mil habitantes.

*Benção e reconhecimento das autoridades quanto à importância do novo edifício*

O início da solenidade de abertura foi marcado pela apresentação do Hino Nacional, feita pela Banda de Música da Polícia Militar de Goiás. Em seguida, o frei Marcos Pereira da Silva, pároco de Novo Gama, proferiu uma bênção à edificação e a todos os que ali trabalham. Em sua fala, ele desejou, “que essa casa seja para todos o significado de que estaremos protegidos pela lei, a justiça e a segurança”.

A sede das Promotorias de Justiça de Novo Gama é a primeira do Entorno Sul do DF a ser inaugurada nesta gestão, sendo que outras unidades serão entregues até o final do ano, conforme assinalou o procurador-geral de Justiça Cyro Terra Peres.

Concebida no modelo de locação sob medida, a obra contou com o trabalho, estratégia e esforço de toda equipe da Subprocuradoria Administrativa, a qual já está empenhada para que em breve novas inaugurações na região do Entorno do DF sejam entregues.

Esse empenho na estruturação física do MP goiano foi destacado pela promotora Camila Silva de Sousa, que representou a Associação Goiana do MPGO (AGMP) na solenidade. “Termos um local próprio para exercermos nossas funções, não beneficia somente membros e servidores, mas principalmente o cidadão, que busca os serviços do MP goiano”, assinalou.

O advogado José Zito do Nascimento, presidente da seccional da Ordem do Advogados do Brasil (OAB), destacou que a nova sede é sinônimo de evolução e amadurecimento institucional. Ele ainda assinalou a relevância das importantes parcerias empreendidas com o órgão. “O MP, guardião da lei, poderá com melhor qualidade, levar o melhor para a sociedade”, afirmou.

O defensor público estadual Pedro Mafra, assim como a juíza Poliana Passos Carvalho, diretora do Foro da comarca de Novo Gama parabenizaram o MP pela inauguração da nova edificação, destacando a relevância da obra para o serviço prestado à população. Já o chefe de gabinete da Secretaria do Entorno do Distrito Federal, Gleiston Marcos de Paula, e o prefeito Carlos Alves dos Santos, exaltaram a atuação do Ministério Público no fortalecimento da democracia e no comprometimento em atender a população de Novo Gama. Para o prefeito, “é um salto de proximidade do MP com a população. Em nome de toda a população de Novo Gama agradeço pela entrega dessa obra para a sociedade”, afirmou.

*Descerramento da placa e visita às instalações*

Para finalizar a cerimônia de inauguração, foi feito o descerramento da placa, que marca a data da inauguração da Casa do Cidadão de Novo Gama e os presentes foram convidados a visitarem a estrutura inaugurada.

Compuseram a mesa de abertura do evento, além das autoridades já citadas, o subprocurador-geral de Justiça para Assuntos Institucionais, Marcelo André de Azevedo; a promotora Josiane Correa Pires Negretto, da 5ª Promotoria de Novo Gama; o comandante do 19º BPM de Novo Gama, Willian Muller Silva; o capitão Rodrigues, do Corpo de Bombeiros; o comandante da 5ª CIA da Polícia Militar, coronel Arantes; o diretor da Unidade Prisional de Novo Gama, André Castelo Branco da Rocha diretor, a delegada Lídia Castro e o presidente do Sindicato dos Servidores do MPGO (Sindsemp), Gilclécio Campos.

Estiveram ainda presentes na solenidade o coordenador do Gabinete de Planejamento e Gestão Integrada (GGI), Rafael Machado de Oliveira, o assessor da Subprocuradoria Administrativa Marcelo Faria da Costa Lima, além de servidoras e servidores, autoridades locais, representantes da empresa responsável pela obra, servidores municipais e moradores.

 

(Texto: Cristina Rosa –fotos: Fernando Leite/Assessoria de Comunicação Social do MPGO)

Vídeo. Bombeiro atira e atinge cabeça de mulher após confusão em bar

Caso aconteceu no domingo (28/1), em Alto Paraíso. Vítima estava em um carro

Uma confusão generalizada dentro de um bar acabou com uma mulher baleada na cabeça, na madrugada do último domingo (28/1), em Alto Paraíso, cidade da Chapada dos Veadeiros, em Goiás. Segundo a Polícia Civil goiana, o disparo que atingiu a vítima foi efetuado por um bombeiro militar do Distrito Federal.

Em um vídeo que circula nas redes sociais, é possível ver o momento em que as agressões começam, por volta de 0h47. Conforme as imagens, dois homens se estranham, trocam socos, e outras pessoas acabam se envolvendo na briga. A situação fica fora de controle e alguns dos envolvidos deixam o local, seguindo em direção a um carro.

Nesse momento, conforme flagrou uma segunda câmera de segurança, o militar saca uma arma e atira contra o veículo. O projétil atingiu a cabeça de uma mulher de 30 anos, que também seria moradora do DF.

Ela foi encaminhada ao Hospital de Base e precisou ser submetida a uma cirurgia de urgência.

De acordo com as gravações, após efetuar o disparo, o militar retorna com a arma para o bar. Um outro vídeo mostra o momento em que ele coloca a pistola em um balcão do comércio, mostra um documento a um funcionário do local e depois se retira.

A Polícia Militar foi chamada e prendeu o atirador em flagrante. Ele foi indiciado por tentativa de homicídio.

Mulheres são flagradas furtando farmácia em Novo Gama

Vídeo mostra mulheres aproveitam de movimento para despistar e furtar farmácias em Novo Gama nesta quarta feira 24/01.

Imagens de uma farmácia em Novo Gama registrou o momento em que três mulheres entram no estabelecimento para cometer furtos de produtos. Segundo a proprietária do estabelecimento, as mulheres acusadas chegaram como mostra as imagens, antes teriam deixado o veículo estacionado um pouco distante da farmácia.

A proprietária ainda disse que uma das mulheres estava com uma criança para despistar que estaria no local para cometer furto. Enquanto uma foi até o balcão prender a atenção dos funcionários, as outras colocaram os produtos dentro da roupa, e na bolsa que uma delas portava. Ao cometer o furto, o trio sai andando rápido, entra no carro e sai sem que o furto fosse percebido no momento.

Desconfiado, funcionários olharam nas câmeras e chamaram a polícia militar que compareceu no local, o patrulhamento foi realizado, porém o trio não foi localizado. A ocorrência foi registrada e furto segue investigado pela polícia civil de Novo Gama

Mulher que fingia ser passageira e roubava motoristas de app é presa

A mulher de 21 anos foi presa nesta quinta-feira (25/1) por agentes da 26ª Delegacia de Polícia. Ela agia com a ajuda de comparsas

Uma mulher de 21 anos foi presa nesta quinta-feira (25/1) suspeita de integrar um grupo criminoso especializado em roubar motorista de aplicativos.

Segundo a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), as investigações começaram em setembro do ano passado, após a mulher e outros integrantes do grupo tentaram assaltar um motorista do In Drive em Valparaíso de Goiás.

De acordo com as apurações da 26ª Delegacia de Polícia (Samambaia Norte), a mulher foi responsável por solicitar a corrida de Valparaíso para a Quadra 827 de Samambaia.

Ao chegar no destino, a mulher desceu do carro e disse ao motorista que uma amiga estava chegando para pagar a corrida. Porém, instantes depois, três homens abordaram a vítima e, com facas, anunciaram o roubo.

O motorista conseguiu arrancar com o veículo, mas um dos suspeitos se segurou na porta do carro e passou e desferir golpes de faca no tórax da vítima até não conseguir mais segurar no carro e cair.

Ferido, o motorista dirigiu-se até a UPA de Samambaia onde recebeu tratamento médico e foi transferido para o Hospital Regional de Ceilândia, onde passou por cirurgia.

As investigações realizadas apontaram que a mulher e seus comparsas praticaram pelo menos mais dois roubos a motoristas de aplicativos. Desde o último roubo, a mulher estava foragida, escondendo-se no estado de Goiás. Na data de hoje ela foi capturada no Jardim Céu Azul, Valparaíso/GO. A corporação não divulgou o nome dela.