Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 10:57
Previous slide
Next slide

Suspeitas apontam que Cristóvão Tormin usa assessor como laranja para compra de gado em leilões

Suspeitas apontam que Cristóvão Tormin usa assessor como laranja para compra de gado em leilões

_O assessor não possui renda compatível para realizar as compras, que são de valores vultuosos_

Não seria a primeira vez que assessores de Tormin (PRD) se envolvem em ações supostamente criminosas. Depois do caso do servidor da Alego lotado no gabinete do deputado, dono de uma página de notícias que produz fake news, agora vem a tona um caso ainda mais escabroso.

Segundo relatos de pessoas próximas ao ex-prefeito, um de seus assessores está operando como “laranja” do deputado para comprar gado em leilões na região (um dos hobbies de Tormin).

De acordo com a denúncia, o servidor não possui renda compatível com as compras realizadas e nem é do ramo pecuarista.

Por outro lado, mesmo tendo feito carreira na política, Cristóvão tem patrimônio milionário é a um dos grandes criadores de gado do município. Fato que corrobora com a denúncia do uso de um “laranja”.

Um dos motivos da estratégia pode ser, possivelmente, para esconder patrimônio, uma vez que produtores rurais de Luziânia o acusam de dar calote em negociações que envolvem a compra de silagem para alimentação de seu gado e principalmente porque está sendo investigado pela Polícia Federal por suposto desvio de recursos do Ministério da Saúde para combate ao Covid-19 quando era prefeito de Luziânia. Caso as investigações comprovem o ilícito, além de prisão, o ex-prefeito pode ter os bens confiscados para ressarcimento aos cofres públicos.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *