Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 10:34
Previous slide
Next slide

Polícia italiana prende brasileiro Foragido de Goiás condenado por latrocínio e homicídio.

Criminoso, identificado como Renan Brito da Silva Júnior, morava na Itália e estava foragido desde 2018

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio do Grupo de Investigação de Homicídios (GIH) de Anápolis (GO), cumpriu mandado de prisão preventiva contra um foragido de 32 anos, por latrocínio e homicídio. O criminoso, identificado como Renan Brito da Silva Júnior, estava morando na Itália.

Os dois crimes ocorreram em Anápolis. Em 2016, Renan matou uma pessoa em um assalto. A vítima carregava dinheiro em espécie e foi executada dentro do carro. Em 2018, o investigado teria cometido mais um homicídio. Depois disso, não foi mais encontrado no Brasil.

Diante de informações de que Renan estaria na Itália, a PCGO alertou a polícia italiana, que prendeu o foragido, em outubro último. Ele estava na cidade de Óstia, no litoral Oeste do país europeu, nas proximidades de Roma.

Somadas, as penas pelos dois crimes podem chegar a 60 anos de prisão. A operação teve apoio da Superintendência de Inteligência da PCGO e da Superintendência da Polícia Federal em Goiás — representante da Organização Internacional de Polícia Criminal (Interpol) no estado.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *