Seja bem-vindo. 19 de maio de 2024 18:27
Previous slide
Next slide

PF prende suspeito de arrancar olho e matar policial com 30 tiros

O servidor foi encontrado em uma estrada de terra amarrado, com marcas de 30 tiros na barriga e na cabeça, e com um olho arrancado

A Polícia Federal (PF), em ação conjunta com a Polícia Militar do Rio de Janeiro, efetuou, nesta quinta-feira (9/11), a prisão de um homem condenado por ser um dos assassinos do policial federal de execução penal Lucas Barbosa da Costa.

O crime foi cometido em 17 dezembro de 2012 na cidade de Mossoró (RN). A vítima foi abordada por um grupo de assaltantes no momento em que voltava para casa. Os criminosos pretendiam assaltar uma residência nas proximidades, quando viram Costa passar na rua com o carro. O policial foi abordado e permaneceu em poder dos bandidos.

Ao descobrir que a vítima era policial, o grupo levou o servidor para uma estrada de terra e passou a praticar atos de tortura. Os suspeitos, inclusive, teriam vestido o uniforme do agente.

O corpo do servidor foi encontrado no dia seguinte com as mãos amarradas. Os peritos identificaram marcas de 30 tiros na barriga e na cabeça. Além disso, um dos olhos de Costa foi arrancado. O veículo do agente de segurança foi encontrado completamente queimado.

A localização do criminoso, que estava foragido desde 2018, foi possível em razão de um trabalho integrado de inteligência entre a Polícia Federal e a Diretoria de Inteligência da Secretaria Nacional de Políticas Penais (Sennapen).

O foragido foi encontrado no Morro do Santo Amaro, zona sul do Rio de Janeiro. Com o preso, os policiais apreenderam armas de fogo, munições e drogas.

O criminoso, condenado pela Justiça Federal, foi conduzido à Superintendência Regional da Polícia Federal no Rio de Janeiro para os procedimentos de praxe e posteriormente será encaminhado ao sistema prisional, onde permanecerá à disposição da justiça.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *