Seja bem-vindo. 19 de julho de 2024 20:57
Previous slide
Next slide

PCDF: suposta bomba em posto do Colorado eram lançadores de confete

Caso foi encerrado sem pedir indiciamento de nenhum envolvido. No dia da ocorrência, em 12 de outubro, PMs disseram que se tratava de duas bombas.

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) concluiu, nesta quarta-feira (25/10), que os supostos artefatos explosivos encontrados no estacionamento de um posto de gasolina no Colorado, em Sobradinho, em 12 de outubro, eram, na verdade, lançadores de confetes, que são utilizados em festas.

Policiais civis da Delegacia de Repressão ao Crime Organizado (Draco/Decor), com auxílio da 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) chegaram a ouvir dois suspeitos no inquérito policial, que confirmaram que estavam no local no momento em que a suposta bomba foi deixada, mas negaram os objetos eram feitos de material explosivo.

O Batalhão de Operações Especiais (Bope), responsável por atender a ocorrência, constatou que se tratavam de duas bombas, com acionamento elétrico e potencial explosivo. No entanto, um laudo pericial elaborado pelo Instituto de Criminalística da Polícia Civil (IC/PCDF) desmentiu a informação, pontuando que se tratam apenas de lançadores de confetes.

Segundo a perícia, os lançadores de confetes já haviam sido usados antes mesmo da chegada dos policiais militares. O inquérito policial foi concluído pelo Departamento de Combate à Corrupção e ao Crime Organizado (Decor) sem indiciar nenhum envolvido e foi encaminhado ao Poder Judiciário para conhecimento.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *