Seja bem-vindo. 16 de abril de 2024 04:05
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Padrasto é preso após estuprar e engravidar adolescente de 12 anos

Segundo a PCGO, a mãe da jovem foi presa, pelo mesmo crime, acusada de omissão. Vítima teria denunciado abusos, mas a genitora ignorou

Acusado de estuprar e engravidar a própria enteada, uma adolescente de 12 anos, um homem, de 49, foi preso preventivamente em Anápolis (GO), cidade a cerca de 150 quilômetros do Distrito Federal. A mãe da jovem, uma mulher de 31 anos, também foi presa, pelo mesmo crime, acusada de omissão.

As prisões foram efetuadas nesta terça-feira (27/2). A direção da escola onde a vítima estudava entrou em contato com o Conselho Tutelar, que levou o caso para a Polícia Civil de Goiás (PCGO). A investigação ficou a cargo da Delegacia de Proteção à Criança e ao Adolescente de Anápolis (3ª DRP).

Segundo a PCGO, uma professora da vítima notou mudanças de comportamento na jovem. Além disso, percebeu um volume abdominal, levantando a suspeita de uma gravidez. A educadora conversou com a aluna e a estudante revelou ter sido abusada pelo padrasto. Também confessou estar no sexto mês de gestação.

De acordo com a PCGO, a jovem teria relatado a violência à mãe, antes de ocorrer a gravidez. Os abusos sexuais teriam acontecido desde os 8 anos da vítima. Mas o padrasto teria negado o crime e a mulher não acreditou na denúncia feita pela filha. O Judiciário determinou a prisão do padrasto por estupro de vulnerável e da mãe, pelo mesmo crime, na forma omissiva.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *