Seja bem-vindo. 22 de maio de 2024 01:28
Previous slide
Next slide

Marceneiro é preso 9 meses após tentar matar chefe a marteladas no DF

O crime foi praticado em fevereiro, dentro de um apartamento na Asa Norte. Após o crime, o homem fugiu e foi preso no Maranhão

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), com apoio da Polícia Civil do Maranhão (PCMA), localizaram e prenderam, nessa segunda-feira (28/11), um homem suspeito de tentar matar outro a marteladas, na Asa Norte. O crime ocorreu em 23 de fevereiro deste ano, por volta das 14h, em um apartamento na 313 Norte. O autor chegou a fugir, mas foi encontrado na cidade do Brejo no estado do Maranhão.

O homem que foi preso trabalhava em uma marcenaria e foi realizar um serviço de instalação de painel de televisão na data e no endereço do cliente, quando, após um desentendimento, ele desferiu marteladas contra o dono da empresa.

A vítima foi socorrida e transferida ao Hospital de Base em estado grave diante de uma séria fratura no crânio. Passou por cirurgia e depois foi intubado.

As investigações avançaram diante da análise de filmagens, depoimentos e da apreensão do martelo utilizado no crime. Por meio de levantamentos feitos pela 2ª Delegacia de Polícia (Asa Norte), também foi apurado que, após o crime, o autor teria fugido do DF com destino ao Maranhão.

A PCDF em troca de informações com a Polícia Civil do Maranhão, conseguiu localiza o suspeito e efetuar a prisão dele. O autor responderá por tentativa de homicídio qualificado em razão do crime ter sido praticado sem possibilidade de defesa da vítima cuja pena máxima aproximada pode chegar até 20 anos de reclusão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *