Seja bem-vindo. 19 de maio de 2024 23:29
Previous slide
Next slide

Homem é encontrado morto após confusão em festa de Ano-Novo em Valparaíso

Corpo de Anderson Davidis Teixeira foi encontrado próximo a boate onde ele comemorava o aniversário e o Réveillon, em Valparaíso (GO)

Uma família do Distrito Federal está à procura de respostas após um homem de 30 anos ser encontrado morto perto de uma boate no Jardim Oriente, em Valparaíso (GO), na madrugada dessa segunda-feira (1º/1). O caso é investigado pela Polícia Civil de Goiás (PCGO).

Anderson Davidis Teixeira estava na boate para comemorar a virada de ano e o próprio aniversário. No entanto, o que era para ser uma noite de celebração terminou de maneira trágica.

Em depoimento à PCGO, uma amiga que acompanhava Anderson contou que ele teria sido agredido e expulso da festa com chutes, murros e socos desferidos por cerca de quatro seguranças, pois teria tentado acessar o camarote da boate.

A amiga da vítima acrescentou que, no momento das agressões, ela havia se abaixado para procurar o celular de Anderson, que tinha caído ao chão, mas, ao se levantar, não o encontrou mais.

A depoente chegou a procurar pelo amigo nas redondezas da casa noturna, mas também não o achou. Ao retornar para a boate, um garçom teria dito que alguém parecido com Anderson havia sido encontrado morto em local próximo. No entanto, não soube dizer onde estaria o suposto corpo.

Sem saber a quem pedir mais informações, a amiga da vítima disse à polícia que pediu um carro por aplicativo para ir para casa e que, como estava com o celular de Anderson, entrou em contato com a família dele para relatar o ocorrido.

Testemunhas chegaram a acionar a Polícia Militar de Goiás (PMGO) para informar sobre um homem caído em via pública e que aparentava estar sem sinais vitais. No Instituto de Medicina Legal (IML), os parentes de Anderson confirmaram se tratar do jovem.

Imagens de câmeras de segurança próximas à boate gravaram o momento em que um homem cambaleava ao caminhar pela região. Pouco depois, ele perde o equilíbrio e caí ao chão.

Acionado para socorrê-lo, o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) confirmou o óbito no local. O corpo da vítima não tinha sinais de violência, segundo os socorristas.

A certidão de óbito de Anderson detalha que a causa da morte depende de esclarecimentos por meio de exames complementares.

Em nota, a PCGO informou que abriu inquérito sobre o caso e que investiga o fato. “O dono do estabelecimento foi ouvido, e foi solicitado laudo pericial para verificação da causa da morte”, comunicou a corporação.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *