Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 09:52
Previous slide
Next slide

Estagiária que comprou roupa com cartões de amigas vai parar na delegacia.

A PCDF, através da 15ª DP, deflagrou a operação COMPRA ILÍCITA e prendeu em flagrante uma mulher de 28 anos de idade pelo crime de estelionato, em sua modalidade tentada.

Segundo apurado, a mulher, que atua como estagiária em órgãos do Governo Federal, aproveitando-se do descuido de algumas colegas de trabalho, subtraiu ou fotografou os cartões de crédito delas e usou indevidamente seus dados para realizar compras em estabelecimentos comerciais situados na Asa Norte e em sites da internet.

Tais fatos tiveram início em fevereiro de 2024 e tiveram como vítimas quatro mulheres que trabalhavam no mesmo setor. Por tal razão, passaram a desconfiar que haviam sido vítimas da mesma pessoa, tendo ainda percebido que seus cartões de crédito haviam sido utilizados nos mesmos estabelecimentos comerciais, lojas de roupas bem específicas como LIVE, UNDER ARMOUR e AMOR DE PEÇA.

Diante de tais suspeitas, as vítimas passaram a monitorar seus colegas de trabalho, tendo percebido que uma delas estava postando fotos em suas redes sociais usando várias peças de roupas das mesmas marcas. A mulher passou a ser investigada pela 15ª DP e, durante a investigação, fora informado por algumas das lojas os endereços de entrega das mercadorias compradas indevidamente, sendo o mesmo endereço da investigada, situado em Santa Maria/DF.

Diante da comprovação da autoria, as vítimas foram orientadas a informar qualquer nova tentativa de compra ilícita, para que fosse efetuada a prisão em flagrante da autora. Assim, durante a madrugada de ontem, uma das vítimas recebeu uma informação de tentativa de compra em seu cartão de crédito, no site de uma loja de roupa fitness, no valor de R$946,14, e imediatamente informou os fatos aos agentes responsáveis pela investigação.

Após tomarem conhecimento da nova tentativa de compra, os agentes deflagraram a operação e conseguiram prender a mulher na manhã de ontem (07/05/24), em seu local de trabalho. A autora foi conduzida para a 15ª DP e confessou a prática ilícita. Em seu aparelho de telefone celular foram encontradas fotografias de diversos cartões de crédito. A autora ainda colaborou com a investigação e autorizou os policiais a ingressarem em sua residência para apreenderem as peças de roupa adquiridas ilicitamente.

Ela foi presa em flagrante pelo crime de estelionato, em sua modalidade tentada, e restou liberada após o pagamento de fiança, estipulada em R$1.412,00 (um mil e quatrocentos e doze reais). A autora ainda está sendo investigada pelos outros crimes de estelionato perpetrados e, por cada compra ilícita realizada ela está sujeita a pena de 1 a 5 anos de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *