Seja bem-vindo. 22 de maio de 2024 02:16
Previous slide
Next slide

Homem é preso por sequestrar e manter filho em cárcere privado no DF

Criança foi libertada após horas de negociação do suspeito com a PMDF. Militares foram acionados devido a denúncia de violência doméstica

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) prendeu em flagrante, na tarde dessa quinta-feira (11/1), um homem que sequestrou e manteve o próprio filho em cárcere privado, no Paranoá.

Inicialmente, a equipe do Grupo Tático Operacional (Gtop) havia sido acionada para atender a ocorrência de violência contra mulher, em uma casa na Avenida Transversal do Paranoá.

Quando chegaram ao endereço informado, porém, os policiais encontraram um homem, a companheira dele e o filho do casal saindo do apartamento.

Ao perceber a presença dos militares, o homem empurrou a companheira para fora da porta, voltou com o menino para dentro do apartamento e se trancou com ele.

A PMDF informou que o suspeito tinha um mandado de prisão aberto contra ele e que isso teria motivado a ação.

Os policiais tentaram conversar com o homem, para que ele reabrisse a porta e se entregasse, bem como evitar riscos à vida da criança.

Porém, devido à resistência do suspeito, a PMDF iniciou uma operação com equipes do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e negociadores para libertação do menino.

O local teve de ser isolado e, só após horas de tentativas, o criminoso se entregou e liberou o filho, que não sofreu ferimentos.

O suspeito e a companheira dele foram levados à 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá), onde o criminoso acabou detido em flagrante por sequestro e cárcere privado, além de ter o mandado de prisão em aberto cumprido.

 

Sequestro termina com casal preso, e vítima é libertada pela polícia em Valparaíso.

O casal acusado, teria raptado a vítima na cidade jardins e foram abordados no bairro morada nobre durante a fuga.

A Polícia Militar de Valparaíso de Goiás tomou conhecimento de um possível sequestro na cidade Jardins 06/01 às 22:27 hs, a vítima, um homem de 38 anos estaria rendido em poder de um casal com pés e mãos amarrados e ferimentos na cabeça, na hora da abordagem os seqüestradores portavam arma de fogo.

A informação começou a circular na rede rádio da polícia, depois que uma Testemunha presenciou o momento que a vítima foi abordado e rendido pelo casal acusado de seqüestrar e ameaçar a vítima portando arma de fogo, “eles, o amarraram e jogaram dentro do veículo VW Polo cor branca e evadiram” falou a testemunha.

Diante da informação, com as características dos autores, policiais começaram a fazer buscas pela cidade até que encontraram o veículo citado empreendendo fuga, foi feita a abordagem no veículo ocupado pelo casal de acusados, sendo encontrado no banco de trás a vítima ferida na cabeça e amarrada.

Ao render o casal Jaguaraci da silva 57 anos e Jéssica Rodrigues da silva 29 anos, a vítima foi colocada em uma viatura da polícia militar, durante a revista no veículo da fuga utilizado pelos acusados, foi encontrado embaixo do banco do motorista, um revólver cal 38 municiado.

Ambos, vítima e acusados, foram levados até a central de flagrantes para procedimentos, a vítima seria levada para um local de mata e possivelmente morto com a arma apreendida.

A polícia descobriu que o crime, tem haver com agiotagem, pois o sequestrado tem dívidas com os autores.

 

Cadela sequestrada no DF é resgatada dentro de avião prestes a decolar

Cherie, da raça yorkshire, foi encontrada em um avião que tinha pousado em João Pessoa (PB), junto ao ex-companheiro da tutora

A Polícia Federal (PF) e a Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) recuperaram, nesta segunda-feira (11/12), a cadela da raça yorkshire que foi sequestrada no fim de semana, no Sudoeste, bairro nobre de Brasília. A cachorra estava com o ex-companheiro da atual tutora de Cherie, dentro de avião que havia pousado em João Pessoa (PB).

Cherie foi sequestrada por dois homens, na manhã de domingo (10/12). Um dos envolvidos no sequestro dela é ex-companheiro da atual tutora da cadela. Ele acabou detido.

A 3ª Delegacia de Polícia (Cruzeiro) descobriu que o homem havia embarcado e acionou a PF, para ter apoio na operação. Segundo as investigações, o suspeito e a cadela haviam embarcado em Confins (MG).

Cherie pesa 2 kg e é da raça yorkshire. Ela foi sequestrada enquanto o noivo da tutora passeava com o animal, no Sudoeste, por volta das 9h30 do último domingo. Um dos criminosos fingia praticar exercícios antes de fugir com o animal.

A vítima tentou impedir que Cherie fosse levada e chegou a aplicar um mata-leão no bandido, mas teve os planos impedidos por um segundo homem, que entrou em luta corporal com o tutor do animal. Câmeras de segurança registraram o momento.

Enquanto o embate entre vítima e agressor acontece, o homem de boné vermelho corre com a yorkshire no colo, mas volta para ajudar o comparsa. Nesse momento, ele teria ameaçado o tutor de Cherie, para que os dois conseguissem fugir. “Ele disse que mataria meu noivo se ele não soltasse o colega”, disse a tutora.

 

 

VÍDEO: MENINA DE 12 ANOS É SEQUESTRADA, ESTUPRADA E MANTIDA REFÉM EM APARTAMENTO NA ASA NORTE

MENINA DE 12 ANOS É SEQUESTRADA, ESTUPRADA E MANTIDA REFÉM EM APARTAMENTO NA ASA NORTE

Menina foi sequestrada em Valparaíso, quando saída da escola, e levada – dentro de uma mala – até a Asa Norte, onde foi estuprada.

A sobrinha de um policial militar de Goiás foi resgatada, na Asa Norte, após ser sequestrada, na tarde dessa quarta-feira (28/6), em Valparaíso (GO), Entorno do DF. A menina tem 12 anos e foi encontrada algemada, ao pé de uma cama, dentro do apartamento. Segundo a Polícia Militar do estado goiano (PMGO), a garota estava bastante machucada, com sinais de violência sexual e precisou ser levada a um hospital para receber atendimento.

A criança estava saindo da escola, por volta das 12h30, quando foi abordada por um homem em um Fort Ecosport de cor preta. Ela foi rendida e obrigada a entrar no carro. Segundo a vítima, dentro do veículo estava suspeito e uma mulher. Os sequestradores pararam o automóvel na altura da Cidade Ocidental, também no Entorno de Brasília, e colocaram a menina dentro de uma mala, onde foi mantida até chegarem ao apartamento dos criminosos, na 411 Asa Norte.

Por volta as 18h, sem ter notícias da sobrinha, o militar goiano, tio da vítima, acionou o Serviço de Inteligência da corporação, que passou a refazer os caminhos da garota, da escola até a casa. Já próximo à residência, encontraram câmeras de segurança, que mostram o veículo descrito por testemunhas como sendo o usado no crime.

Os policiais do 20º Batalhão da PMGO, em Valparaíso, contataram a Polícia Militar do DF, que ajudou a identificar o endereço dos criminosos, por meio da placa do veículo. Chegando ao local, os militares de ambas as unidades da Federação subiram ao apartamento do suspeito, identificado como Daniel Moraes Bittar, que atendeu a porta. Após ser questionado, confessou que teria sequestrado a garota, que estava amarrada no quarto.

A vítima foi encontrada consciente, mas bastante abalada emocionalmente. Segundo a menina, o criminoso a molestou, tocando-lhe as partes íntimas, e a obrigou a acariciar os órgãos genitais dele, enquanto era filmada. A gravação teria sido enviada para a mulher, que participou do crime.

Até a última atualização desta reportagem, a suspeita não havia sido localizada. Segundo a PMGO, trata-se de uma garota de programa, que ainda será identificada.

De acordo com os militares que efetuaram a prisão, durante todo o tempo que o criminoso passou com a menina, Daniel a ameaçava de morte e chegou a dizer que essa semana não trabalharia, e que, por isso, ela seria usada como “escrava sexual” dele.

No apartamento foram apreendidos DVDS e revistas com conteúdos pornográficos. A ocorrência foi registrada na 5ª Delegacia de Polícia Civil do DF (Área Central), que investiga o caso. A menina foi levada ao Instituto Médico Legal, onde, até a última atualização deste texto, passava por exames de corpo de delito.