Seja bem-vindo. 25 de fevereiro de 2024 12:54
Previous
Next

“Tarifa Zero de Luziânia será modelo para outras cidades”, diz Caroline Fleury ao conhecer sistema implantado há um mês no município

“Tarifa Zero de Luziânia será modelo para outras cidades”, diz Caroline Fleury ao conhecer sistema implantado há um mês no município

O número de usuários por dia quase triplica no primeiro mês do tarifa zero. previsão é aumentar com retorno das férias

A Secretária de Estado do Entorno do Distrito Federal (SEDF-GO), Caroline Fleury, participou de uma reunião na manhã desta segunda-feira (08/01) com o prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto, em seu gabinete, para conhecer os primeiros resultados do sistema “Tarifa Zero”, que foi implantado no município no início de dezembro do ano passado. Os números revelaram um aumento na demanda diária de usuários do transporte coletivo, saltando de 4,2 mil para 13 mil, ao custo de R$ 800 mil, provenientes do Tesouro Municipal. “Esse avanço não só beneficia diretamente os usuários, mas também demonstra o potencial do sistema para melhorar a mobilidade urbana. Além disso, ele foi expandido para atender a zona rural”, afirmou Sorgatto.

“Parabenizo o prefeito por liderar a implementação correta do sistema tarifa zero, com bilhetagem eletrônica, incluindo tecnologias de cidade inteligente, monitoramento de dados e formalização de licitações. Tenho certeza de que este será um modelo inspirador para outras melhorias na região do Entorno”, ressaltou Caroline Fleury. Durante a reunião, ela esteve acompanhada pelo subsecretário de Políticas para Cidades e Transporte da Secretaria-Geral de Governo, Miguel Ângelo Pricinote, pela gerente de Políticas de Transporte do Entorno do DF, Flávia Nascimento, e pelo Assessor Técnico, Jean Damas.

O diretor da Superintendência de Trânsito de Luziânia, Marcelo Lemos, apresentou alguns indicadores do primeiro mês de operação do Tarifa Zero e convidou a equipe para auxiliar na definição das diretrizes do processo licitatório. Caroline Fleury e os técnicos da SGG se colocaram à disposição para colaborar com estudos e trâmites burocráticos para o processo licitatório que está sendo preparado para o sistema de transporte na cidade.

Marcelo Lemos enfatizou que o cadastro de usuários já ultrapassou a marca de 30 mil inscritos e que, a partir de fevereiro, será obrigatória a apresentação da carteira para utilizar o transporte. Ele explicou que o sistema implantado no Tarifa Zero fornecerá dados precisos sobre o uso do transporte, identificando os usuários, as rotas percorridas e a quantidade de passageiros em cada horário. “Isso aprimora o controle e, principalmente, a transparência na gestão do transporte”, concluiu.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *