Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 09:58
Previous slide
Next slide

Professor da rede pública do DF é investigado por pornografia infantil

Policiais civis apreenderam computador, notebook e celular na casa do suspeito, em Taguatinga. Investigação começou com Polícia Federal (PF)

Um professor da rede pública do Distrito Federal, de 45 anos, é alvo da Operação Profanus, deflagrada pela Delegacia Especial de Proteção a Criança e ao Adolescente (DPCA) na manhã desta terça-feira (30/4). Ele é suspeito de armazenar e compartilhar materiais com pornografia infantil.

Os policiais civis apreenderam computador, notebook e celular na casa do suspeito, em Taguatinga. A investigação começou na Polícia Federal (PF), em Santos (SP), em 2017, no contexto da segunda fase da Operação Ciranda de Pedra.

À época, os policiais apuravam práticas reiteradas de abuso sexual contra crianças e adolescentes, bem como de troca e armazenamento de imagens com pornografia infantojuvenil, tudo por meio da internet.

Em outubro de 2023, o material foi encaminhado à DPCA da Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF). A PF auxiliou a investigação por meio da Coordenação de Repressão a Crimes Cibernéticos relacionados ao abuso sexual infantojuvenil.

O material eletrônico apreendido será submetido a exame pericial pelo Instituto de Criminalística (IC) da PCDF. Caso seja encontrado conteúdo pornográfico com menores, o investigado pode ser condenado a pena de até quatro anos de reclusão.

“Também será apurado se ele praticou algum tipo de abuso sexual e se, além de armazenar, houve produção desse tipo de material”, destacou o delegado-chefe da DPCA, Wisllei Salomão

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *