Seja bem-vindo. 20 de maio de 2024 01:02
Previous slide
Next slide

Polícia Civil prende traficante que vendia abortivo pela internet

Polícia Civil prende traficante que vendia abortivo pela internet

Suspeito foi preso em flagrante por crime contra a saúde pública e por vender produto com fim medicinal sem registro no Brasil

Policiais da 38ª Delegacia de Polícia (Vicente Pires) prenderam em flagrante um homem de 34 anos, investigado por anunciar na internet a venda de abortivo proibido no Brasil. A prisão ocorreu nessa segunda-feira (24/7).

O suspeito passou a ser investigado após policiais encontrarem conversas entre ele e uma traficante presa em 2022. Na ocasião, o criminoso — que se identificava como “Remédio” — havia sido procurado pela mulher.

Ela disse estar grávida de um ou dois meses e pediu informações sobre o abortivo. O investigado disse ter o medicamento e que o “procedimento era tranquilo”. Afirmou, ainda, que o valor de quatro unidades era de R$ 500. No entanto, seriam necessários seis comprimidos, que saíam por R$ 900.

Os investigadores se aprofundaram nas apurações e descobriram que o criminoso anunciava o produto proibido em diversos sites.

Nessa segunda (24/7), ele foi flagrado pelas equipes policiais no momento em que faria a entrega do remédio na Feira do Produtor de Vicente Pires.

Ao ser abordado, o suspeito estava com seis comprimidos do medicamento, uma máquina de cartão e dois celulares, sendo que um deles tinha o número vinculado aos anúncios do abortivo.

Ele foi preso em flagrante por crime contra a saúde pública e por vender produto com fim medicinal sem registro no Brasil. Caso condenado, poderá receber pena de 10 a 15 anos de prisão.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *