Seja bem-vindo. 22 de maio de 2024 02:51
Previous slide
Next slide

Pai suspeito de matar a filha empresária e balear o genro é preso, diz PM

  1. Pai suspeito de matar a filha empresária e balear o genro é preso, diz PM

Segundo a PM, o homem confessou que havia ido na casa da filha para matar a ex-esposa. A espingarda usada no crime também foi localizada e apreendida.

A Polícia Militar (PM) prendeu o mecânico Claudemar Bernardes da Silva, de 47 anos, na tarde de domingo (29), na zona rural de Ipameri, no sudeste goiano. O homem é suspeito de ter ferido o genro com um tiro e matado a filha Bruna Bernardes, de 23 anos, com outro disparo. A espingarda calibre 12 usada no crime também foi localizada e apreendida.

“Ele confessou o crime, sabe a besteira que fez. Queria ceifar a vida da ex-esposa”, detalhou o capitão da PM Wilson Martins.

Não localizamos a defesa de Claudemar para se manifestar sobre o caso até a última atualização desta reportagem.

Entenda o caso
O crime aconteceu na noite do último sábado (28), na casa onde Bruna morava com a mãe e o marido Max Uiller Silva, de 28 anos. Segundo informações preliminares das polícias Civil e Militar, Claudemar foi até a casa para matar a ex-esposa, mas foi impedido pelo genro.

“No momento em que Claudemar chegou lá, não deixaram ele entrar. Ele entrou em desentendimento com o genro, fecharam a porta, mas a filha dele estava do lado de dentro. Ele fez um disparo na porta e causou o óbito da filha dele”, explicou o capitão da PM.

Segundo a polícia, Max foi atingido na região do abdômen, enquanto Bruna foi baleada no pescoço.

O Corpo de Bombeiros informou que Bruna já estava morta quando os militares chegaram na casa. O corpo dela foi levado ao Instituto Médico Legal (IML) de Catalão e liberado para a retirada da funerária.

Já Max foi levado para o Hospital de Catalão Nasr Faiad. A unidade médica informou que o marido da empresária permanece internado na Unidade de Terapia Intensiva (UTI), mas está estável.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *