Seja bem-vindo. 30 de maio de 2024 09:23
Previous slide
Next slide

Mulher que matou ex dormia na casa de amigo quando foi agredida

Raquel Silva de Oliveira, 34 anos, dormia na casa de um amigo quando o ex-companheiro teria invadido a casa e a agredido com socos

Investigadores da 6ª Delegacia de Polícia (Paranoá) apuram as circunstancias de um homicídio, em que uma mulher matou o ex-companheiro a facadas, no último domingo (17/12), no Paranoá. Raquel Silva de Oliveira, de 34 anos, usou uma faca de serra para perfurar o tórax de Marco Antônio dos Santos Ribeiro, 42.

Segundo informações preliminares, a mulher teria esfaqueado a vítima para se defender de agressões. O casal se relacionava havia 10 meses, mas estavam brigados há três dias. Logo em seguida, teriam voltado a se falar, segundo Raquel contou em seu depoimento à delegacia.

A mulher contou que, na manhã em que Marco Antônio morreu, ela dormia com um amigo, na casa dele, na quadra 34 do Setor de Oficinas do Paranoá. A mulher relatou que já estava na residência há pelo menos uma semana. Raquel revelou que estava dormindo quando Marco Antônio entrou na casa embriagado e jogado cachaça em seu rosto.

A vítima teria proferido uma série de xingamentos e dado socos no rosto de Raquel, segundo o relato da mulher. O amigo teria tentado intervir mas logo depois teria dito que “não iria mais interferir”. A vítima teria continuado a agredir a mulher com socos até que ela correu até a cozinha e pegou uma faca de serra.

Quando Marco Antônio teria avançado contra a mulher, ela o golpeou na lateral direita do tórax. À polícia, a mulher afirmou que não tinha intenção de matar o ex-companheiro, mas apenas se defender. Depois de presa, a mulher passou por audiência de custódia e foi liberada.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *