Seja bem-vindo. 25 de fevereiro de 2024 13:25
Previous
Next

Ministério Público denuncia pai acusado de matar filho de 2 anos no Paranoá

O crime ocorreu em 17 de outubro. De acordo com a denúncia do MPDFT, a morte foi causada por agressões que teriam levado a uma hemorragia interna intensa e ao rompimento do pâncreas

A 1ª Promotoria de Justiça do Tribunal do Júri do Paranoá apresentou denúncia criminal contra Wagner Pereira da Silva. O homem é acusado de ter provocado a morte do filho de dois anos de idade, por meio de agressões que teriam levado a uma hemorragia interna intensa (choque hipovolêmico) e ao rompimento do pâncreas.

O Ministério Público do Distrito Federal e Territórios pede que o acusado seja julgado e condenado por homicídio qualificado, cometido por motivo torpe, com emprego de meio cruel, com recurso que dificultou a defesa da vítima e contra menor de 14 anos que era seu descendente direto

 O crime ocorreu no Paranoá na terça-feira (17/10), quando Wagner se aproveitou da ausência da esposa, Patrícia Viriato da Silva, 25, para agredir a criança. A mãe relatou aos investigadores que Wagner tem problemas psicológicos e que impediu anteriormente que o marido batesse na criança. Ela ainda contou que queria preservar o casamento, mas, em outro episódio, chegou a registrar boletim de ocorrência com base na Lei Maria da Penha. No entanto, retirou a queixa logo em seguida.

 

O socorro dos bombeiros foi acionado por Patricia. Quando os oficiais chegaram ao local, constataram a morte do menino e solicitaram providências da Polícia Militar. Wagner foi conduzido a 6ª Delegacia de Polícia (no Paranoá) e confessou o crime.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *