Seja bem-vindo. 25 de fevereiro de 2024 12:22
Previous
Next

homem que matou ex com 47 facadas é condenado a 31 anos de prisão

Vítima de feminicídio, Gabriela Bispo de Jesus, 33 anos, foi morta na frente do filho. Crime aconteceu em Samambaia em maio deste ano

O Tribunal do Júri de Samambaia condenou Reriton Gomes (foto em destaque), de 38 anos, a 31 anos e seis meses de prisão por matar a ex-companheira Gabriela Bispo de Jesus, 33, com 47 facadas na frente do próprio filho.

Durante o julgamento, os jurados acolheram a denúncia do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) e afirmaram que o réu praticou um crime de feminicídio em contexto de violência doméstica e familiar, por motivo torpe.

Para o juiz presidente do Júri, o fato de o crime ter sido cometido no interior da residência da vítima, em 9 de maio de 2023, demonstra a atitude covarde do réu em atentar contra a vida da mulher no local que deveria representar um ambiente seguro.

Além disso, segundo o magistrado, houve quebra de confiança, pois, de acordo com o depoimento em juízo de uma testemunha, a vítima não acreditava que o réu fosse capaz de tentar matá-la.

De acordo com o magistrado, as consequências do crime são graves, uma vez que a vítima deixou um filho autista de 3 anos de idade.

O juiz ainda destacou que, segundo testemunha ouvida em plenário, a criança dependia muito dos cuidados da mulher, pois, em razão da condição, “o menor não falava, de modo que era a mãe, segundo a testemunha, que ‘adivinhava o que a criança queria’ para atender às suas necessidades”.

Reriton deverá cumprir a pena em regime inicial fechado e não poderá recorrer da sentença em liberdade.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *