Seja bem-vindo. 21 de abril de 2024 02:50
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Homem que estuprou por vários anos filha, filho e cunhada é preso no DF

Homem que estuprou por vários anos filha, filho e cunhada é preso no DF

O agressor violentava a filha de 6 anos e o filho de 10 quando ambos iam passar o final de semana em sua casa

Equipes da 8ª Delegacia de Polícia (Estrutural) prenderam, nesta segunda-feira (26/6), um homem de 37 anos acusado de estuprar dois dos próprios filhos e uma cunhada. O agressor violentava a filha de seis anos e o filho, 10, quando ambos iam passar o final de semana em sua casa. Os abusos duraram cerca de dois anos.

De acordo com as investigações, o criminoso aguardava todos que estavam em casa dormir para cometer os abusos, mesmo com a presença de outros filhos maiores no quarto. Em 2013, a partir de denúncia da mãe das crianças, o homem foi investigado e denunciado pelo crime de estupro de vulnerável. Atualmente, as vítimas estão com 16 e 20 anos.

O homem confessou os crimes no ano de 2013, porém, na fase judicial, obteve extinção da punibilidade e sequer chegou a ser detido, continuando a conviver com as crianças. A mãe das vítimas, mesmo sabendo do histórico de abusador do pai e com a manifestação das crianças que pediam para não ir para a casa do pai porque ele estaria “fazendo coisas” com eles, obrigava os filhos a irem.

A mãe também foi indiciada por omissão. De acordo com as apurações policiais, a mulher poderia ter evitado os estupros. Além do abuso sexual reiterado de seus filhos, o autor vai responder pelo estupro de vulnerável de sua cunhada, praticado há 10 anos, quando ela tinha 12 anos.

A investigação policial foi iniciada a partir de uma denúncia anônima de uma pessoa da família. Atualmente, o homem encontra-se preso à disposição da Justiça e se condenado pode pegar uma pena de até 45 anos de reclusão. Já a mãe das crianças, em razão da omissão, pode pegar uma pena de até 30 anos de reclusão.

A PCDF informa que, neste ano, de 2023 foram cerca de 40 registros de ocorrências policiais de estupro de vulnerável, por tal razão é importante a colaboração da sociedade por intermédio do 197, denúncia anônima da PCDF.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *