Seja bem-vindo. 19 de julho de 2024 21:17
Previous slide
Next slide

Governo de Goiás abre inscrições do Aluguel Social para mais 18 municípios

Governo de Goiás abre inscrições do Aluguel Social para mais 18 municípios

As inscrições iniciam nesta terça-feira (19/09), após publicação do edital no site da Agehab. As cidades são Alexânia, Pontalina, Acreúna, Abadiânia, Paraúna, Caçu, Uruana, Goianápolis, Piranhas, Campos Belos, Ouvidor, Serranópolis, Mozarlândia, Itauçu, Itapuranga, Americano do Brasil, Mara Rosa e Santo Antônio de Goiás

O Governo de Goiás, por meio da Agência Goiana de Habitação (Agehab), abre inscrições do programa Pra Ter Onde Morar – Aluguel Social para moradores de Alexânia, Pontalina, Acreúna, Abadiânia, Paraúna, Caçu, Uruana, Goianápolis, Piranhas, Campos Belos, Ouvidor, Serranópolis, Mozarlândia, Itauçu, Itapuranga, Americano do Brasil, Mara Rosa e Santo Antônio de Goiás. As inscrições estão abertas a partir de terça-feira (19/09), no site da Agehab. Na segunda-feira (18/09), a Agência realiza uma reunião com prefeitos dos 18 municípios que recebem o benefício, às 14 horas, na sala da Presidência do SECOVI – 2º andar (Av. Fued José Sebba, 1193, Jardim Goiás, Goiânia-GO).

O presidente da Agehab, Alexandre Baldy, vai explicar às equipes dos municípios como funcionarão as inscrições. Ele destaca que houve algumas mudanças, como edital único para todos. Segundo Baldy, o lançamento das inscrições se dará por edital complementar de abertura de vagas. “Os requisitos continuam os mesmos. A família que mora de aluguel deve ter CadÚnico atualizado, morar há pelo menos 3 anos no município e não possuir imóvel próprio. Além desses 3 itens, ela precisa atender a pelo menos um dos requisitos específicos”, ressalta.

O Aluguel Social foi criado no final de 2021, durante a gestão de Pedro Sales, atual secretário de Estado da Infraestrutura. Hoje o programa já beneficia 40 mil famílias de 66 cidades ao mesmo tempo. Com a entrada destes 18 municípios, o programa alcançará 84 localidades. Pedro Sales explica que o programa surgiu em um momento em que várias pessoas estavam perdendo os seus lares em decorrência da pandemia. “O governador Ronaldo Caiado foi sensível aos prejuízos habitacionais causados pela Covid-19. Como não podia esperar a finalização das moradias em construção, determinou a imediata ajuda mensal a famílias em situação de vulnerabilidade”, diz ele.

O recurso mensal de R$ 350 é concedido por 18 meses. As inscrições podem ser feitas pelo site www.agehab.go.gov.br. Os interessados devem posteriormente, quando convocados, comprovar que se encaixam nos requisitos do programa.

Requisitos específicos

São requisitos específicos para receber o Aluguel Social o superendividamento, moradia improvisada, nome negativado no SPC/Serasa, vítima de violência doméstica, idoso, deficiente, família só com pai ou só com mãe, ter se inscrito para imóvel de programa habitacional no Estado e não ter sido contemplado (tem que estar no sistema da Agehab), cadastro em programas sociais do Estado de Goiás, bolsista do Probem ou estudante da UEG. Lembrando que basta comprovar um destes itens, além dos requisitos gerais, já citados.

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *