Seja bem-vindo. 19 de maio de 2024 23:44
Previous slide
Next slide

DF: mãe e namorado são presos após sinal de violência em morte de bebê

De acordo com o laudo cadavérico, a criança apresentava lesões pelo corpo e traumatismo crânioencefálico por ação contundente

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF), por meio da 31ª Delegacia de Polícia (Planaltina), cumpriu, na manhã desta quarta-feira (31/1), mandado de prisão temporária contra Lucimaria de Sousa Barbosa e o namorado dela, Wildemar de Carvalho Silva, ambos investigados pela morte do bebê Henry Sousa de Oliveira, de 1 ano e 9 meses, em 19 de janeiro, em Planaltina.

De acordo com o laudo cadavérico, o menino, que é filho de Lucimaria, apresentava lesões pelo corpo e traumatismo crânioencefálico por ação contundente, uma pancada por exemplo.

Segundo o delegado Fabrício Augusto, a prisão foi necessária para impedir que Lucimaria e Wildemar combinassem a versão da morte da criança. “Sempre pretenderam acobertar algo da polícia”, disse.

Segundo o relato da mãe, a criança foi dormir na noite anterior sem apresentar nenhuma anormalidade. Por volta das 5h40, quando ela teria se levantado para trocar a fralda do menino, ele já apresentava pele fria, boca e extremidades arroxeadas e estava sem batimentos cardíacos.

A mulher argumenta que ligou para o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) e foi orientada a fazer massagem cardíaca na criança, mas não obteve sucesso. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) também foi acionado, mas Henry já se encontrava morto.

“A 31ª DP dará continuidade às investigações com o escopo agora de delimitar e individualizar a responsabilidade penal da mãe e do padrasto, se houve coautoria ou participação entre ambos”, pontuou Fabrício.

Se comprovado o envolvimento da dupla, eles responderão por homicídio qualificado, cuja pena é de 12 a 30 anos com aumento de 2/3 em virtude de a vítima ser menor de 14 anos e os prováveis autores serem mãe e padrasto.

 

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *