Seja bem-vindo. 14 de junho de 2024 02:40
Previous slide
Next slide

“Em surto” pega faca, vai para rua e começa a se mutilar

Guarda Civil Metropolitana (GCM) realizava patrulhamento pelo Bairro Promissão, em Rio Verde (232 km da Capital), quando se deparou com uma mulher em surto, automutilando-se com uma faca em plena via pública. A rápida e eficaz intervenção da equipe evitou uma tragédia nessa quarta-feira (05).

Segundo relatos de testemunhas, a mulher estava descontrolada, cortando o próprio corpo. A equipe da GCM ordenou que ela soltasse o objeto, mas a paciente não atendeu aos comandos. Diante da gravidade da situação, os agentes utilizaram o Dispositivo Eletrônico de Contenção (DEC), espécie de arma de “choque”, para imobilizá-la.

Após o segundo disparo com o DEC, a mulher finalmente soltou a faca, permitindo que a equipe do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) prestasse os primeiros socorros. A paciente, identificada como A.P.S, foi contida e encaminhada ao Hospital Municipal de Urgências (HMU) para receber o atendimento médico.

Para garantir a segurança da equipe e dos enfermeiros do SAMU, foram utilizadas algemas durante o procedimento. O apoio prestado pela GCM foi fundamental para controlar a situação e evitar danos maiores à paciente, aos moradores locais e à própria equipe de resgate.

Caso segue em investigação.

Homem em aparente surto psicótico ataca PM com faca e é baleado. 

Caso ocorreu na Quadra 715 Norte neste domingo (24/3). Segundo a PMDF, o homem estava em “surto psicótico”

Um homem de identidade não revelada foi baleado por um policial militar na Qu8adra 715 Norte, área nobre do Distrito Federal, na madrugada deste domingo (24/3). De acordo com a Polícia Militar (PMDF), o homem estava “em surto psicótico” e chegou a ir para cima do policial com uma faca.

Chegando ao local, a equipe falou com o porteiro do prédio e subiu até o apartamento que havia solicitado o socorro. Ao tocarem a campainha, os dois PMs ouviram passos apressados, uma senhora abriu a porta e informou que o filho estaria armado com uma faca.

Toda a ação foi gravada pela câmera acoplada no uniforme do PM. O caso teve início quando os policiais foram acionados para atenderem a um ocorrência de violência doméstica no edifício em questão.

Neste momento, o homem “aparentando estar em surto psicótico, partiu para cima dos policiais com a faca em punho”. Neste momento, o policial atirou e acertou o homem na região abdominal.

Em nota, a PMDF informou que o tiro foi feito com “o objetivo de impedir a agressão e deter o indivíduo”.

Após o homem ser atingido, a mulher que abriu a porta identificou-se como mãe do homem e informou que ele era usuário de drogas. Ela chegou a dizer que ele já havia sido internado várias vezes para tratamento, mas fazia ameaças constantes.

Ainda de acordo com a PMDF, o socorro médico foi solicitado pelos próprios policiais. “O homem atingido permanecia consciente o tempo todo, porém, psicologicamente alterado e exaltado, pedindo desculpas à equipe policial”.

O rapaz foi socorrido pelo Corpo de Bombeiros e conduzido ao Hospital de Base de Brasília, onde recebeu tratamento. Ele está fora de perigo, mas permanecerá em observação.

Os pais do jovem foram encaminhados à 5ª Delegacia de Polícia Civil (Asa Norte), onde foi registrada ocorrência de resistência e tentativa de lesão corporal contra os policiais militares.

Gritos de socorro e pânico, idosa é agredida e mantida em cárcere privado por filha em surto psicótico em Valparaíso

A intervenção rápida da Guarda Municipal e Samu foi fundamental para evitar tragédia em família

Segundo informações da Guarda Municipal de Valparaíso, a equipe foi acionada nesta sexta-feira 26/01 para atender uma ocorrência na cidade de cárcere privado. Chegando no local, a equipe se deparou com uma com uma mulher de 35 anos em surto Psicótico com uma faca ameaçando matar sua mãe que estava lesionada por agressões provocadas pela autora. A equipe do Samu foi acionada e prestou socorro médico a idosa, a idosa foi levada por socorristas até uma unidade de saúde no município consciente e orientada, para agredir a idosa, a filha teria utilizado um martelo e uma faca.

 

Ainda em posse dos instrumentos, a autora entrou no banheiro, fechou a porta e gritando, que se entregaria e iria se matar, neste momento a equipe da GCM, utilizou de técnicas de gerenciamento de crise para acalmar e convencer a mulher soltar os instrumentos que portava e se entregar. Vencida pelo cansaço e depois de aproximadamente 20 minutos de conversa, a autora foi se acalmando até que baixou a guarda, se rendendo.

 

Neste momento, houve uma rápida intervenção do negociador, com apoio da equipe Guarda Municipal e Samu, a autora foi rendida imobilizada também encaminhada ao pronto socorro municipal, posteriormente levada à delegacia para procedimentos cabíveis.

 

Surto Psicótico

 

A palavra “surto” é popularmente utilizada para descrever mudanças de comportamento inesperadas ou desproporcionais diante de um acontecimento do dia a dia. Porém, diferentemente do que acontece em situações cotidianas específicas, como um acesso de raiva passageiro em meio a uma briga, por exemplo, o surto psicótico normalmente ocorre sem aviso, sendo acompanhado por sintomas psicóticos (ou psicose) .

Há diversos fatores que podem levar a um surto psicótico, entre eles as condições mentais ou psicológicas do indivíduo, problemas médicos e consumo excessivo de álcool e de outras drogas. Segundo o doutor Wolter, a “descompensação de quadros de esquizofrenia, transtorno afetivo bipolar e depressão grave são algumas das causas que cursam com sintomatologia psicótica”. Ou seja, a psicose é um dos indícios de algumas das formas mais graves de transtorno mental, e pode se manifestar repentinamente.

PM resgata mulher em surto psicótico que levou filho para o telhado de casa

De acordo com a corporação, a mulher estava em surto psicótico e levou seu filho, de apenas 4 anos, para o telhado da casa. Ela queria pular.

A Polícia Militar (PM) recebeu um chamado na tarde desta segunda-feira (23) reportando que uma mãe estava em cima de um telhado com o filho. O caso aconteceu no Setor Central, em Goiânia.

De acordo com a corporação, a mulher estava em surto psicótico e levou seu filho, de apenas 4 anos, para o telhado da casa. Ela estaria tentando pular do local.

Ao chegar no local, os policiais sugiram no telhado e persuadiram a mulher a abandonar a ação.

Simultaneamente, outros policiais conseguiram subir no telhado a partir da casa vizinha e, assim, conseguiram resgatar a mulher e a criança.

Ninguém ficou ferido.

Em surto psicótico, homem faz mulher e filha reféns em apartamento

Acionadas, equipes da Polícia Militar do Distrito Federal conseguiram negociar com o suspeito e libertar as vítimas sem qualquer ferimento

Um homem fez a companheira e a filha reféns, em casa, em um prédio na CNB 2 de Taguatinga Norte. Acionadas, equipes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) conseguiram negociar com o suspeito e libertar as vítimas, que não se feriram.

Vizinhos ouviram gritos quando o homem, ainda não identificado, teve um surto psicótico, segundo a PMDF, e pegou uma faca. Em seguida, ele teria ameaçado a companheira e a filha e as impedido de deixar o apartamento.

A PMDF e o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) isolaram a região e começaram as negociações pela libertação das reféns. Após se entregar, o suspeito foi levado para um hospital particular de Taguatinga.