Seja bem-vindo. 2 de março de 2024 00:13
Previous
Next

Gritos de socorro e pânico, idosa é agredida e mantida em cárcere privado por filha em surto psicótico em Valparaíso

A intervenção rápida da Guarda Municipal e Samu foi fundamental para evitar tragédia em família

Segundo informações da Guarda Municipal de Valparaíso, a equipe foi acionada nesta sexta-feira 26/01 para atender uma ocorrência na cidade de cárcere privado. Chegando no local, a equipe se deparou com uma com uma mulher de 35 anos em surto Psicótico com uma faca ameaçando matar sua mãe que estava lesionada por agressões provocadas pela autora. A equipe do Samu foi acionada e prestou socorro médico a idosa, a idosa foi levada por socorristas até uma unidade de saúde no município consciente e orientada, para agredir a idosa, a filha teria utilizado um martelo e uma faca.

 

Ainda em posse dos instrumentos, a autora entrou no banheiro, fechou a porta e gritando, que se entregaria e iria se matar, neste momento a equipe da GCM, utilizou de técnicas de gerenciamento de crise para acalmar e convencer a mulher soltar os instrumentos que portava e se entregar. Vencida pelo cansaço e depois de aproximadamente 20 minutos de conversa, a autora foi se acalmando até que baixou a guarda, se rendendo.

 

Neste momento, houve uma rápida intervenção do negociador, com apoio da equipe Guarda Municipal e Samu, a autora foi rendida imobilizada também encaminhada ao pronto socorro municipal, posteriormente levada à delegacia para procedimentos cabíveis.

 

Surto Psicótico

 

A palavra “surto” é popularmente utilizada para descrever mudanças de comportamento inesperadas ou desproporcionais diante de um acontecimento do dia a dia. Porém, diferentemente do que acontece em situações cotidianas específicas, como um acesso de raiva passageiro em meio a uma briga, por exemplo, o surto psicótico normalmente ocorre sem aviso, sendo acompanhado por sintomas psicóticos (ou psicose) .

Há diversos fatores que podem levar a um surto psicótico, entre eles as condições mentais ou psicológicas do indivíduo, problemas médicos e consumo excessivo de álcool e de outras drogas. Segundo o doutor Wolter, a “descompensação de quadros de esquizofrenia, transtorno afetivo bipolar e depressão grave são algumas das causas que cursam com sintomatologia psicótica”. Ou seja, a psicose é um dos indícios de algumas das formas mais graves de transtorno mental, e pode se manifestar repentinamente.

PM resgata mulher em surto psicótico que levou filho para o telhado de casa

De acordo com a corporação, a mulher estava em surto psicótico e levou seu filho, de apenas 4 anos, para o telhado da casa. Ela queria pular.

A Polícia Militar (PM) recebeu um chamado na tarde desta segunda-feira (23) reportando que uma mãe estava em cima de um telhado com o filho. O caso aconteceu no Setor Central, em Goiânia.

De acordo com a corporação, a mulher estava em surto psicótico e levou seu filho, de apenas 4 anos, para o telhado da casa. Ela estaria tentando pular do local.

Ao chegar no local, os policiais sugiram no telhado e persuadiram a mulher a abandonar a ação.

Simultaneamente, outros policiais conseguiram subir no telhado a partir da casa vizinha e, assim, conseguiram resgatar a mulher e a criança.

Ninguém ficou ferido.

Em surto psicótico, homem faz mulher e filha reféns em apartamento

Acionadas, equipes da Polícia Militar do Distrito Federal conseguiram negociar com o suspeito e libertar as vítimas sem qualquer ferimento

Um homem fez a companheira e a filha reféns, em casa, em um prédio na CNB 2 de Taguatinga Norte. Acionadas, equipes da Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) conseguiram negociar com o suspeito e libertar as vítimas, que não se feriram.

Vizinhos ouviram gritos quando o homem, ainda não identificado, teve um surto psicótico, segundo a PMDF, e pegou uma faca. Em seguida, ele teria ameaçado a companheira e a filha e as impedido de deixar o apartamento.

A PMDF e o Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) isolaram a região e começaram as negociações pela libertação das reféns. Após se entregar, o suspeito foi levado para um hospital particular de Taguatinga.