Seja bem-vindo. 1 de março de 2024 17:51
Previous
Next

Polícia prende “Chris Brown” e “Morcegão” por furto em comércio do DF

Dupla levou fios de cobre, R$ 200 em espécie e uma tevê de 32 polegadas ao furta comércio em Sobradinho, na madrugada de 3ª feira

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu dois homens suspeitos de furtarem um comércio, na madrugada de terça-feira (27/2). Identificada como “Chris Brown”, 31 anos, e “Morcegão”, 40, os presos haviam levado diversos itens de um comércio que fica na Quadra 15 de Sobradinho.

Entre os itens furtados havia fios de cobre, R$ 200 em espécie e uma tevê de 32 polegadas. Câmeras de segurança do estabelecimento registraram toda a ação da dupla

Os dois acabaram presos na tarde seguinte por equipes da 13ª Delegacia de Polícia (Sobradinho). No momento em que os agentes chegaram, “Chris Brown” resistiu e tentou fugir, mas foi impedido pelos investigadores. Além disso, o suspeito demonstrou ser “arrogante, debochado” e tentou “agredir os policiais”.

Com 15 registros por antecedentes criminais, “Morcegão” estava em liberdade provisória. Ele responde pelos crimes de furto, corrupção de menores, roubo a pedestres, apropriação indébita, porte de substância entorpecente e violência doméstica.

PMDF prende falso gari pela terceira vez com arma branca

Esta é a terceira vez que ele é detido: a primeira vez ocorreu na QS 03, no Pistão Sul; a segunda vez, na Estação de Metrô em Águas Claras

Esta é a terceira vez que ele é detido: a primeira vez ocorreu na QS 03, no Pistão Sul; a segunda vez, na Estação de Metrô em Águas ClaraEsta é a terceira vez que ele é detido: a primeira vez ocorreu na QS 03, no Pistão Sul; a segunda vez, na Estação de Metrô em Águas Claras

Idoso é preso suspeito de estuprar criança de 6 anos 

Palestino, Muhamad Abdus Salam Isa Muhamad já mora no Brasil há mais de 40 anos

Um idoso de 78 anos foi preso na última segunda-feira (19) suspeito de estuprar uma criança de 6 anos em Anápolis. Palestino, Muhamad Abdus Salam Isa Muhamad já mora no Brasil há mais de 40 anos, segundo a Polícia Civil (PC). 

O idoso, conhecido como “Turco da Vila Gois”, foi preso após a família da criança, com quem mantinha amizade, denunciar o crime à polícia. De acordo com a PC, Muhamad aproveitava os momentos em que a esposa conversava com a mãe da criança para cometer os crimes, enquanto simulava brincar de pique-pega com a vítima.

Desconfiando da atitude do idoso, a mãe da criança olhou nas gravações das câmeras de segurança, confirmou o abuso sexual e procurou a polícia para denunciar o palestino.

Polícia Civil solicitou a prisão preventiva do idoso, que foi concedida pela Justiça após intervenção do Ministério Público (MP). Muhamad foi encaminhado à Unidade Prisional de Anápolis. Se condenado, poderá enfrentar até 15 anos de prisão por estupro de vulnerável.

A divulgação da imagem do investigado foi procedida nos termos da Lei 13.869/2019, portaria normativa n° 02/2020/DGPC e portaria n° 547/2021/DGPC, tendo em vista o interesse público no sentido de identificar outras eventuais vítimas de crimes praticados por ele.

 

Um avô denunciou que a neta de 13 anos teria sido vítima de abuso sexual, em Bela Vista de Goiás, na região metropolitana de Goiânia. De acordo com a denúncia, a menina saiu escondida durante a noite com dois rapazes maiores de idade. O caso ocorreu no dia 13 de fevereiro.

Segurança que esfaqueou e matou cliente em bar no DF é preso

O segurança estava foragido desde o dia do crime, na terça-feira (13/2), e se entregou na 4ª DP (Guará II) acompanhado de um advogado

A Polícia Civil do Distrito Federal (PCDF) prendeu, na tarde desta segunda-feira (19/2), Marciel de Sousa Barros, acusado de esfaquear e matar um cliente em um bar do Guará II. O segurança estava foragido desde o dia do crime, na terça-feira (13/2), e se entregou na 4ª Delegacia de Polícia (Guará) acompanhado de um advogado.

 

Luiz Fernando Alves da Silva, de 34 anos, vítima do assassinato, era frequentador de um bar na QE 40. De acordo com testemunhas, Luiz ameaçava constantemente o autor do crime, e chegou a dizer que mataria se tivesse acesso a uma arma de fogo.

Uma pessoa envolvida no caso afirmou que Luiz arranjava problemas no bar e estava proibido de frequentar o espaço. Em certa ocasião, ele precisou ser retirado do bar pelos seguranças e, a partir de então, teria começado a ameaçar Marciel reiteradamente.

A testemunha indicou que, no momento do crime, a vítima esperava o segurança chegar ao trabalho e teria iniciado uma luta corporal contra o homem. A briga ocorreu nas imediações do bar e terminou dentro do veículo onde Luiz estava.

Uma das pessoas envolvidas teve o pulso cortado enquanto tentava separar a briga. A luta terminou quando o segurança entrou no bar e saiu do local sem falar com ninguém.

O Corpo de Bombeiros Militar do DF (CBMDF) informou que, ao chegar ao endereço, encontrou a vítima com uma perfuração por arma branca no lado esquerdo do tórax e em parada cardiorrespiratória.

Os bombeiros tentaram reanimar a vítima por mais de 45 minutos, mas o homem não resistiu aos ferimentos e morreu no local da ocorrência.

Mãe é presa após manter filha adolescente acorrentada em Goiás

A presa foi encaminhada ao Presídio Feminino de Barro Alto (GO). Polícia ainda apura a motivação do crime

A Polícia Civil de Goiás, por meio da Delegacia de Uruaçu (18ª DRP), prendeu em flagrante nessa quinta-feira (15/2) uma mulher que mantinha a filha, de 16 anos, em cárcere privado e acorrentada pelo pé. A polícia não divulgou o nome das envolvidas.

Os investigadores chegaram até o local após uma denúncia anônima feita na delegacia de Uruaçu. A ação foi batizada de Operação Anilha de Ferro.

A presa foi encaminhada ao Presídio Feminino de Barro Alto (GO). A polícia ainda apura a motivação do crime.

Tio é preso suspeito de estuprar sobrinho de 4 anos em Valparaíso

Durante a prisão, foram encontrados na casa do investigado, ainda, arquivos contendo cenas de sexo explícito envolvendo menores

Polícia Civil de Goiás (PCGO), por meio da Delegacia Especializada de Atendimento a Mulher (Deam) de Valparaíso , no Entorno do Distrito Federal, cumpriu nessa quinta-feira (15/2) mandado de prisão temporária contra um homem de 43 anos suspeito de estuprar um sobrinho de 4 anos.

Segundo a corporação, durante uma busca e apreensão na residência onde o homem mora, foram encontrados arquivos contendo cenas de sexo explícito envolvendo crianças e adolescentes.

Na delegacia, o interrogado negou ter cometido os crimes, mas disse, segundo a polícia, que o sobrinho é “apaixonado” por ele.

O investigado se encontra preso e recolhido junto à Polícia Penal. Nos próximos dias a investigação será concluída e remetida à Justiça, segundo a PCGO.

Autor de tentativa de homicídio é preso

Tiro foi dado após discussão entre o criminoso e a vítima em São Sebastião. Homem tentou se livrar de arma e fugir, mas foi preso

Um homem de 24 anos foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) na noite dessa quarta-feira (14/2) por tentativa de homicídio em São Sebastião. A prisão foi feita após esquipes do GTop 21 receberem informações de que uma pessoa foi baleada e encaminhada a uma Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da região. Após diversas buscas, o autor do crime foi encontrado perto da casa da vítima e a arma utilizada, de porte ilegal, apreendida. Segundo a PMDF, o criminoso ficou rondando de moto pela região para “terminar o serviço” e matar a vítima.

 

Policiais civis que se encontravam na UPA já haviam iniciado as investigações e informaram os dados do principal suspeito do crime aos militares. Segundo o depoimento do irmão da vítima dado à PCDF, uma discussão entre o baleado e o suspeito teria resultado na tentativa de homicídio. Em conhecimento da identidade de quem teria cometido o crime e qual motocicleta ele dirigia, os policiais militares iniciaram as buscas nas redondezas.

 

Perto da casa do baleado

O criminoso foi avistado nas proximidades do endereço da vítima, no Bairro Vila do Boa, em uma motocicleta Honda/CG, cor preta, mas fugiu pelo Setor Tradicional. A PMDF só o encontrou novamente após longas buscas, em outro veículo, uma motocicleta Honda/CG, cor vermelha. Ele fugiu de novo, mas antes jogou um objeto em um terreno na área.

 

Parte da equipe foi localizar o item, enquanto a outra continuou as perseguições. Foi verificado que se tratava de um revólver, calibre 38, sem munição. O suspeito também foi detido. A arma de fogo foi apreendida e o proprietário do lote, conduzido à delegacia para ser ouvido no inquérito policial. O autor do crime foi preso no posto de gasolina do Jardim Mangueiral. Todos foram levados à 30ª Delegacia de Polícia, em São Sebastião.

 

Polícia Civil prende homem que se passava por policial penal

Suspeito tentou entrar em escola armado. Ele já tem duas condenações por porte de arma e tráfico de drogas

Um homem, de 37 anos, foi preso em flagrante, nessa quarta-feira (14/2), por posse ilegal de arma de fogo. A ação foi deflagrada pela 9ª Delegacia de Polícia (Lago Norte) e ocorreu na residência do suspeito, localizada em São Sebastião. Segundo a PCDF, ele oferecia serviços de segurança privada.

A investigação teve início quando o pai de uma criança de 6 anos procurou a polícia informando que o investigado havia sido visto tentando entrar armado no colégio de seu filho.

Na oportunidade, quando confrontado pelos seguranças da instituição, o homem informou que seria policial penal de Goiás e estaria no local fazendo segurança privada.

Contra o suspeito há duas condenações por porte de arma e tráfico de drogas. O criminoso também já foi denunciado por constrangimento ilegal.

O investigado teria ameaçado um funcionário que prestava serviço em sua casa, com a utilização de arma de fogo, por atraso na entrega do trabalho. Por fim, os investigadores constataram que o suspeito não pertencia aos quadros da Polícia Penal de Goiás.

Os policiais cumpriram mandado de busca e apreensão na casa do criminoso e encontraram um revólver, calibre 38, e 12 munições intactas, além de dois simulacros de arma de fogo e um distintivo falso de policial penal.

Agora, o homem irá responder por posse ilegal de arma de fogo e uso do selo ou sinal público falsificado. Somadas, as penas podem chegar a nove anos de reclusão.

PMDF prende dupla por tráfico e recaptura mulher foragida

A ação ocorreu por volta das 22h dessa quarta-feira (14/2), em Samambaia. O trio residia no mesmo imóvel e traficava drogas na região

Policiais militares do Grupo Tático Operacional do 8º Batalhão (Gtop 28) do Distrito Federal prenderam dois homens suspeitos de tráfico de drogas e localizaram uma mulher foragida da Justiça. A ação ocorreu por volta das 22h dessa quarta-feira (14/2), em Samambaia

As prisões foram feitas durante buscas por um veículo que havia sido roubado. Os policiais receberam informações de que o carro provavelmente estaria na quadra 112 da região.

No local, porém, os policiais não encontraram o automóvel, mas estranharam um Fiat Uno com as portas abertas no meio da rua. Segundo a PMDF, o proprietário foi identificado, mas demonstrava muito nervosismo, o que motivou a busca no interior do veículo.

Durantes as buscas, foi encontrada uma garrafa com fundo falso contendo porções de maconha. Os policiais também realizaram uma busca no imóvel em que o homem morava e localizaram várias outras porções de entorpecentes.

No local também foi detido outro homem responsável pelo imóvel e uma mulher de 26 anos que era foragida da Justiça por tráfico de drogas.

Além das drogas, os policiais apreenderam um aparelho celular com registro de roubo/furto. Todos foram conduzidos para a 26ª DP (Samambaia Norte).

 

Filho diz ser “Deus” e mata mãe a facadas para “tirar o demônio dela”

Após o crime, o filho se escondeu em uma cisterna de 25 metros de profundidade e precisou ser resgatado por bombeiros

Polícia Militar do Estado de Goiás (PMGO) prendeu um homem, de 38 anos, suspeito de matar a mãe. Ele foi localizado em uma cisterna, de 25 metros de profundidade, na zona rural de Alexânia, Entorno do Distrito Federal. O Corpo de Bombeiros foi acionado para tirar o filho criminoso do local.

Testemunhas afirmaram que ele estava em estado de “perturbação mental”.

Discussão entre mãe e filho

O assassinato ocorreu na madrugada de sexta-feira (9/2). De acordo com o Corpo de Bombeiros, a mulher foi encontrada sem vida por vizinhos, que ouviram a discussão entre mãe e filho. A vítima é uma senhora de 68 anos – ela estava ensanguentada na cama.

Vizinhos relataram que o autor dizia que era “Deus” e teria matado a mãe “para tirar o demônio dela”. O homem foi preso e encaminhado à delegacia de Alexânia. Os nomes dos envolvidos não foram divulgados.

O autor do crime tem passagem no Distrito federal por homicídio e ocultação de cadáver, na época o crime aconteceu no assentamento 26 de setembro.