Seja bem-vindo. 20 de maio de 2024 00:19
Previous slide
Next slide

Caso da idosa vítima de Latrocínio quando saia para trabalhar em Luziânia

No dia 15 de janeiro, por volta das 05:20h da madrugada, enquanto uma mulher de 53 anos caminhava no Parque Estrela D’Alva IX, em Luziânia, para pegar o ônibus e ir trabalhar em Brasília-DF, em uma rua sem asfalto, ainda escuro, um criminoso de bicicleta se aproximou e anúncio o assalto e exigiu o celular da vítima. No momento de entrega da bolsa e sob graves ameaças, ouve-se gritos, segundo testemunhas, momento que a vítima sofre o único golpe de faca que lhe tirou a vida, ainda, no local, o acusado foge de bicicleta levando a bolsa com seus objetos pessoais. Desde o dia dos fatos, familiares da vítima acionaram as forças de segurança do Estado de Goiás, iniciando imediatamente as investigações pelo GEPATRI Luziânia, sendo colhidos depoimentos, realização de diligências incessantes até identificar o autor do fato.

Sendo ele devidamente qualificado como um adolescente que já possuía registros policiais pela prática de atos infracionais de natureza gravíssima, como roubos, inclusive, com restrição da liberdade de vítima, porém estava em liberdade, devido à fragilidade legislativa em relação a adolescentes em conflito com a lei. Imediatamente, após relatórios que compilou toda eficiente investigação dos Agentes e Escrivães de Polícia do GEPATRI Luziânia, foi possível representar por busca e apreensão, bem como internação provisória deste adolescente, devido à situação de risco, pois além de usuário de droga é álcool, há gravidade concreta dos fatos, bem como para se evitar reiteração de atos infracionais desta natureza.

No dia 28 de fevereiro de 2024, policiais civis do GEPATRI foram a campo e lograram êxito em cumprir as medidas judiciais, localizando o adolescente, encontrando a arma do crime e parte das vestimentas usadas por ele, sendo que na delegacia confessou a prática do ato infracional, confirmando que fora um único golpe na vítima. Agora, o adolescente que completaria 18 anos no próximo mês, encontra-se internado provisoriamente por 45 dias, porém já está sendo processado judicialmente e a medida socioeducativa de internação pode alcançar 3 (três) anos, até ele completar 21 anos de idade.

Casal é preso após assaltar e matar motorista de Uber a facadas no DF

Quando o criminoso anunciou o assalto, o motorista começou a rir dizendo que “sempre quis passar por aquilo”, pois achou que era brincadeira

Um casal foi preso na madrugada desta sexta-feira (1º/12) após assaltar e matar o motorista de transporte de aplicativo Vagner de Souza Ferreira, de 39 anos. Os criminosos confessaram o crime e deram detalhes da ação ao serem interceptados pela Polícia Militar de Goiás (PMGO).

Os assaltantes foram abordados logo após o crime, no momento em que fugiam no carro da vítima, um HB 20, cor prata. Segundo os militares, o veículo estava em atitude suspeita, pois transitava em alta velocidade nas redondezas do balão da Santa Maria.

Ao se aproximarem do automóvel, os PMs viram o motorista sem camisa e com as mãos marcadas de sangue. Uma mulher ensanguentada também o acompanhava.

Ao ser interrogada, Márcia Eduarda Alecrim, de 24 anos, informou que é amiga do outro suspeito, Guilherme de Almeida Calixto, de 21. Ela explicou que os dois dividem aluguel em São Sebastião.

De acordo com a mulher, por volta de 22h da quinta-feira (30/11), Guilherme pediu um Uber, em nome dele, para um shopping de Santa Maria, ao mesmo tempo em que ele combinava com outra pessoa para pegar o carro. Ela informou ter entendido que se tratava de um plano de assalto, mas o acompanhou por “insistência” do amigo.

 

Os dois embarcaram no veículo e, quando chegaram ao Shopping de Santa Maria, Guilherme disfarçou e foi mandando o motorista seguir, até chegar a um setor de chácaras. Nesse momento, o criminoso, segundo a mulher, anunciou o assalto. O condutor, no entanto, começou a rir, dizendo que “sempre quis passar por aquilo”, achando que era brincadeira.

Contudo, o assaltante insistiu, e Vagner de Souza Ferreira destravou a porta. Guilherme teria descido e caminhado até a porta da vítima com um simulacro de arma de fogo. Márcia Alecrim afirma que os dois passaram a brigar, mas o autor conseguiu correr, e o motorista teria tentado esfaqueá-la.

Ainda de acordo com a versão da presa, Guilherme voltou e começou a agredir o profissional, desferindo diversos golpes com a faca. Vagner de Souza Ferreira morreu na hora, e o casal fugiu com o carro da vítima até ser abordado pela PM.

O criminoso estava com um corte na barriga e chegou a ser encaminhado ao hospital. Os dois foram presos em flagrante. O latrocínio foi registrado na 20ª Delegacia de Polícia (Gama).

 

PCDF prende acusados de amarrar e matar idoso no Riacho Fundo

Na segunda‐feira (05) a PCDF, por meio da 29ª DP, prendeu dois homens e um adolescente acusados de matar um homem de 74 anos após invadirem sua casa, no Riacho Fundo, para roubar um carro.

A investigação apontou que o alvo não foi aleatório: um dos autores conhecia a vítima. Ele e os comparasas invadiram a casa do idoso para levar seu carro, que seria utilizado como forma de quitar uma dívida de cerca de três mil reais que ele tinha com traficantes de drogas. Os autores amarraram a vítima pelas pernas e, para assegurar a consumação do crime, a mataram.

A apuração das circunstâncias e motivos do crime, identificação e prisão dos autores pelos investigadores da 29ª DP se deu em menos de uma semana.

Os dois homens (28 e 41 anos de idade) vão responder pelos crimes de latrocínio e corrupção de menores. Somadas, as penas podem chegar a 34 anos. O adolescente (17 anos de idade) responderá por ato infracional análogo ao crime de latrocínio.