Seja bem-vindo. 2 de março de 2024 01:17
Previous
Next

Prefeito Diego Sorgatto lidera corrida eleitoral em Luziânia com 53% das intenções de voto, aponta enquete realizada pelo jornal Democrático

Prefeito Diego Sorgatto lidera corrida eleitoral em Luziânia com 53% das intenções de voto, aponta enquete realizada pelo jornal Democrático

O atual prefeito de Luziânia-GO, Diego Sorgatto (União Brasil), pré-candidato à reeleição para a Prefeitura da maior cidade do Entorno Sul de Brasília, lidera absoluto nas intenções de voto, como mostrou o levantamento da enquete, divulgado nesta segunda-feira 29.

Com domínio absoluto dos votos e conquistando a preferência de mais da metade dos participantes, o atual prefeito de Luziânia, Diego Sorgatto, venceu a enquete publicada pelo Jornal Democrático.

A enquete avaliou a preferência dos seguidores do jornal no quesito: Se as eleições fossem hoje, em quem você votaria para prefeito (a): Ana Lúcia, Cristóvão Tormin, Diego Sorgatto ou Eliel Junior?

A apreciação dos votos foi realizada às 12h de hoje (29/01/2024) e a equente ficou disponivél no ar durante 48 horas. Até o momento, já havia sido totalizados 1.984 votos, sendo 1.051 votos (53%) para Diego Sorgatto, Ana Lúcia com 595 votos (30%), Cristóvão Tormin com 298 votos (15%) e Eliel Junior com 40 votos (2%).

Silvio Ribeiro anuncia que é pré-candidato a vereador por Valparaíso de Goiás

Silvio Ribeiro anuncia que é pré-candidato a vereador por Valparaíso de Goiás

Para quem ainda não conhece, o empresário e político Silvio Ribeiro, ele está pioneiro da cidade de Valparaíso de Goiás há mais de 30 anos, compartilhando conhecimento e oferecendo sua experiência a comunidade. Silvio Ribeiro  nasceu em 27 de Julho de 1982 na cidade satélite do Gama-Brasília, região administrativa do Distrito Federal, esposo da Conselheira Tutelar eleita para terceiro mandato consecutivo, Cláudia Ribeiro que intensifica também na área social o casal juntos são pais de Matheus Vicente e Henrique Costa.

“Em 2020, vi que precisava fazer mais pela cidade: coloquei meu nome à disposição como candidato a vereador. Minha meta é e continua sendo melhorar o dia a dia dos valparaisense. Senti que com meu conhecimento e trabalho podia ajudar a nosso Valparaíso, cidade onde, cresci e vivo até hoje. Tivermos a felicidade de receber 253 votos, garantindo a oportunidade despertar uma vontade muito  maior de representar você um dia, na Câmara Municipal.
Nesses três anos e 1 mês, batalhamos por causas coletivas e alcançamos muitas conquistas. Atuei com base nas demandas apontadas pelos próprios moradores pessoalmente, por telefone ou pelas redes sociais. Mas ainda há muito a fazer pela nossa querida cidade. Por isso, informo que sou pré-candidato a vereador por Valparaíso de Goiás”. Compartilha Silvio.

Silvio Ribeiro, coloca a disposição suas redes sociais a disposição de todos os eleitores do município, no intuito de debater e discutir assuntos de interesse do cidadão…não poderia ser diferente, um perfil político atuante ele empenha neste ano pré-eleitoral com objetivo senti mais ainda de perto os eleitores.

“Continue,  acompanhando. Nos próximos dias, vou contar um pouco mais da minha história, do trabalho realizado como líder Comunitário”,  Conclui o pré-candidato.

Acesso as redes sociais de Silvio Ribeiro(como sempre),  para discutir  melhorias, faremos o seguinte e só acessar abaixo:
https://whats; (61)9, 9967-0661.
Link de Facebook; Silvio Ribeiro.
Instagram; @silvioribeiro40 .

Conselho Tutelar: sistema apresenta problemas e totalização dos votos emperra

Conselho Tutelar: sistema apresenta problemas e totalização dos votos emperra

Apenas 18% das urnas foram apuradas no DF, após mais de três horas do fim da votação. Regiões como Águas Claras e Lago Sul totalizaram 100% dos votos

O sistema de totalização dos votos, fornecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições dos conselheiros tutelares do Distrito Federal, apresentou defeito e atrasará a divulgação do resultado. Cerca de 18% das urnas foram apuradas até o momento. A expectativa é que o resultado possa sair nas últimas horas. Caso não, apenas na segunda-feira (2/10).

ELEIÇÕES 2023
Conselho Tutelar: sistema apresenta problemas e totalização dos votos emperra
Apenas 18% das urnas foram apuradas no DF, após mais de três horas do fim da votação. Regiões como Águas Claras e Lago Sul totalizaram 100% dos votos

INÍCIO
CIDADES DF

01/10/2023 Credito: Ed Alves/CB/DA.Press. Cidades. Eleições para Conselho Tutelar. Escola Civico Militar – CED 01 Estrutural. – (crédito: Ed Alves/CB/DA.Press)

Pablo Giovanni +
postado em 01/10/2023 20:42 / atualizado em 01/10/2023 22:38
O sistema de totalização dos votos, fornecido pelo Tribunal Superior Eleitoral (TSE) para as eleições dos conselheiros tutelares do Distrito Federal, apresentou defeito e atrasará a divulgação do resultado. Cerca de 18% das urnas foram apuradas até o momento. A expectativa é que o resultado possa sair nas últimas horas. Caso não, apenas na segunda-feira (2/10).

Os técnicos do Tribunal Regional Eleitoral do Distrito Federal (TRE-DF) trabalham, nesse exato momento, para reparar os defeitos e revelar, o quanto antes, o desfecho da eleição, que ocorreu no DF neste domingo (1°/10).

“Vamos fazer uma reunião neste momento, no Palácio do Buriti, para tomarmos uma decisão. Aguarde a solução que ela será tomada daqui a pouco tempo”, explicou o desembargador e presidente do TRE, Roberval Belinati, ao Correio.

A apuração começou por volta das 17h10. No momento, 18% dos votos já foram computados. Em regiões como Águas Claras e Lago Sul, já foram aferidos todos os votos.

Serão eleitos 220 conselheiros tutelares titulares — que devem exercer o mandato de 2024 a 2027 — e 440 suplentes. O Governo do Distrito Federal (GDF) disponibilizou 146 locais espalhados por todas as regiões administrativas do DF. Veja o trabalho da equipe técnica do TRE-DF na apuração dos votos.

Atribuições
De acordo com o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA), são atribuições do Conselho Tutelar o atendimento a crianças e adolescentes com direitos violados ou ameaçados. Além disso, o conselheiro tutelar é responsável por promover o encaminhamento de situações aos pais ou responsáveis, mediante termo de responsabilidade. Os candidatos que concorrerão ao pleito precisam comprovar mais de dois anos de experiência com o cuidado de crianças e adolescentes.

Os candidatos não puderam fazer boca de urna neste domingo, tampouco levar eleitores aos locais de votação — o que é crime. O salário dos conselheiros é de R$ 6,5 mil.

Urnas são preparadas para eleição de conselheiros tutelares no DF

Urnas são preparadas para eleição de conselheiros tutelares no DF

As eleições para o Conselho Tutelar ocorrem no próximo domingo (1°/10). Nesta segunda-feira (25/9), as urnas começaram a a ser carregadas com as informações dos eleitores e dos candidatos que participarão do pleito.

No próximo domingo (1°/10), ocorrem as eleições dos membros do conselho tutelar do Distrito Federal para o quadriênio 2024/2027. No entanto, as preparações para o pleito já começaram. Na manhã desta segunda-feira (25/9), o Tribunal Regional Eleitoral do DF (TRE-DF) deu início ao processamento e carregamento das urnas eleitorais. Esse processo ocorre até quarta-feira (27/9). Serão utilizadas 1.172 urnas, enquanto outras 118 estarão disponíveis para contingência.

Durante o carregamento das urnas eletrônicas, são colocados os nomes dos eleitores, bem como os nomes e numeração dos candidatos ao cargo com a respectiva foto de cada um. As eleições no próximo domingo terão início às 8h. O encerramento ocorrerá às 17h. Na sexta-feira (29/9), as urnas devidamente carregadas serão transportadas para 146 locais de votação espalhados por todas as regiões administrativas do DF. No dia seguinte, ocorre a montagem nesses locais.

O Conselho dos Direitos da Criança e do Adolescente (CDCA), vinculado à Secretaria de Justiça do DF (Sejus-DF), está conduzindo o processo eleitoral. Ao todo, são 1.268 candidatos aptos a serem votados. Desses, serão escolhidos 220 conselheiros tutelares titulares e 440 suplentes.

Após o fim da votação, as mídias com os dados da votação que estão nas urnas serão encaminhadas para apuração no Palácio do Buriti. Segundo o Governo do Distrito Federal (GDF), serão 34 computadores totalizadores dos números para fazer a compilação das informações. A previsão é que o resultado seja divulgado após as 20h.

Na cerimônia de carregamento, estiveram presentes o Presidente do TRE-DF, Desembargador Roberval Belinati, a Secretária de Justiça e Cidadania do Distrito Federal, Marcela Passamani, e as Promotoras de Justiça do DF Karina Soares Rocha e Sofia Schlosser.

Campanha
O período da campanha eleitoral para o processo de escolha para conselheiro tutelar termina no sábado (30/9), dia anterior ao pleito. É permitido, por exemplo, distribuir propaganda impressa até 24 horas antes da votação, divulgar e participar de debates e entrevistas em rádios comunitárias. As vedações incluem a proibição de propaganda enganosa e o aliciamento de eleitores.

A votação é a terceira fase do processo eleitoral, que está dividido em quatro etapas. A primeira foi a aplicação da prova objetiva para os candidatos em junho. A segunda fase teve caráter eliminatório e incluiu a análise de documentação em julho. A quarta e última etapa será o curso de formação inicial dos eleitos, com data a ser divulgada posteriormente. Os conselheiros eleitos tomarão posse em 10 de janeiro de 2024.

Como votar
Os cidadãos poderão votar nos candidatos apresentando documento oficial com foto ou o e-título. A pessoa só poderá votar no candidato da região administrativa em que o título está cadastrado. Além disso, o local de votação do eleitor pode ser verificado no site da Sejus.

Os números dos candidatos estão separados por região administrativa e podem ser consultados no site da Sejus ou nas RAs. A pasta de Justiça vai disponibilizar em todos os locais de votação a lista dos candidatos e a respectiva numeração. Em cada unidade de votação também estará disponível o nome dos eleitores que podem votar naquele lugar.

Eleições/política: Manú Rodrigues trabalha seu nome para chapa majoritária com bênção de Caiado em Valparaíso

Eleições/política: Manú Rodrigues trabalha seu nome para chapa majoritária com bênção de Caiado em Valparaíso

Liderança consolidada, pioneira da cidade de Valparaíso de Goiás, reside em nosso município desde 1987. Ativista política e pelas causas que envolvem a comunidade como social, Manú diz que em 2024 a situação conspira a seu favor
Movimentação total bem otimista. Assim são messes que antecedem as escolhas entre os pré-candidatos pelos seus partidos, que irão disputar as eleições em Valparaíso de Goiás em 2024 em todo território nacional.

 

E nesse cenário, o nome da jornalista e assessora do governador Ronaldo Caiado, Manú Rodrigues, surge como uma boa opção que pode surpreender a política local. Manú é formada e pós-graduada na área da Pedagogia, tem 35 anos e sempre morou em Valparaíso.

Além da forte ligação com a cidade, atua em todas as áreas da gestão Ronaldo Caiado, com livre acesso ao primeiro escalão do governo do Estado de Goiás-GO, lógico sempre valorizando as bandeiras do social como faz a primeira-dama Gracinha Caiado.

Manú Rodrigues, hoje filiada ao Partido União Brasil, legenda de Caiado, vem da velha guarda do partido DEMOCRATAS, defensora, leal e aliada de primeira hora do governador Ronaldo Caiado hoje é o nome do Partido União Brasil como pré-candidata a chapa majoritária apoiada pelo Governador Caiado. Ao nosso veículo de comunicação, garantiu ter o apoio do governador para a disputa das eleições 2024 ao Executivo local.

“Não tinha pretensões de ser candidata no município nas próximas eleições, porém após uma conversa com o governador na última semana e analisar o quadro de pré-candidatos me coloquei à disposição do meu partido e do governador. Conheço de perto as demandas e as necessidades da nossa população e sei que com a abertura que tenho no Governo do estado e com os deputados federais e estaduais que tenho como parceiros sei que podemos fazer muito mais por Valparaíso”, diz.

Lotada na Casa Militar do Estado de Goiás, Manú tem forte ligação com a Segurança Pública e com a Educação, mas garante que sua intenção é trabalhar por todas as áreas que precisam de melhorias na cidade.

Manú é ainda vice-presidente do CONSEG – Conselho de Segurança comunitária de Valparaíso, presidente nacional da FENACOM – Federação Nacional dos Comunicadores e representante do governador Ronaldo Caiado em Valparaíso.

Pábio Mossoró é reeleito presidente da AMAB

*Pábio Mossoró é reeleito presidente da AMAB*

Atual presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília e prefeito de Valparaíso de Goiás, contou com a confiança dos associados para a gestão do biênio 2023-2025

Nesta quarta-feira, 29 de março, o prefeito de Valparaíso de Goiás, Pábio Mossoró (MDB), foi reeleito presidente da Associação dos Municípios Adjacentes a Brasília (AMAB).

Na gestão do biênio 2023-2025, Mossoró terá como missão buscar junto ao Governo de Goiás, Governo do Distrito Federal e Governo Federal, parcerias que garantam melhorias, principalmente, nas áreas de mobilidade urbana, saúde, saneamento, destinação de resíduos sólidos, entre outras demandas da região.

Ao falar de sua reeleição na presidência da AMAB, Pábio mostrou estar alegre e preparado para novos desafios. Ele também agradeceu pela confiança dos colegas prefeitos que garantiram sua continuidade na gestão da AMAB.

“Seguirei dedicado e trabalhando pelas causas municipalistas, por mais dignidade, melhorias e qualidade de vida à população da nossa região. A Associação sempre estará de portas abertas para dialogar com o Governo de Goiás, Governo do Distrito Federal, Governo Federal e demais entidades em prol de desenvolvimento aos municípios associados”, completou Mossoró.

Texto: Marcelo Carlos

Prazo para justificar ausência no 1º turno das eleições está terminando

Prazo para justificar ausência no 1º turno das eleições está terminando

Quase três milhões de mineiros que não foram às urnas ainda não apresentaram seus motivos para a Justiça Eleitoral e podem ser punidos

O prazo para justificar o não comparecimento às urnas no primeiro turno das eleições de 2022 termina no dia 1º de dezembro, quinta-feira. Até o momento, quase três milhões de mineiros ainda não justificaram a ausência, segundo o Tribunal Regional Eleitoral.

A partir desta data, quem não justificou recebe multa e terá a quitação eleitoral suspensa enquanto não pagá-la. A suspensão impede a obtenção de passaporte ou carteira de identidade, inscrição em concurso público ou matrícula em uma instituição oficial de ensino, entre outros.

A justificativa pode ser feita pela internet – pelo sistema Justifica, no site do TSE; e pelo aplicativo para celular e-Título – ou presencialmente, em um cartório eleitoral. Além da declaração, é preciso apresentar um documento comprobatório do porquê não pôde comparecer às urnas. Cada justificativa será avaliada por um juiz.

Os cartórios eleitorais de Belo Horizonte ficam na Avenida do Contorno, com exceção dos localizados no Barreiro e em Venda Nova (veja a lista completa). Todos funcionam de segunda a sexta, das 8h às 17h. Nos demais municípios, o funcionamento dos cartórios é das 12h às 18h.

Segundo turno
Quem não compareceu ao segundo turno tem até 9 de janeiro para apresentar justificativa. Dos 3.410.661 eleitores que não votaram em Minas Gerais, 78,85% não justificaram, segundo o TRE-MG.

O voto não é obrigatório para jovens de 16 e 17 anos, pessoas a partir dos 70 anos e analfabetos. Para esses grupos, o não comparecimento não tem qualquer implicação; não é necessário nem justificar, nem pagar multa.

Cristóvão Tormin aliado de Lêda Borges foi eleito Deputado Estadual, más carrega nas costas diversas denúncias de corrupção é estupro

Cristóvão Tormin aliado de Lêda Borges foi eleito Deputado Estadual, más carrega nas costas diversas denúncias de corrupção é estupro

Ex-Prefeito de Luziânia é acusado de tentativa de estupro algo que o mesmo foi afastado do cargo por denúncias de importunação sexual

Se diz nos bastidores políticos que essa campanha para grupo da dupla seria, ” tudo ou nada”, tanto Cristóvão quanto Lêda foram na rabeira tanto o Estadual quanto a Federal ficaram em último vaga na classificação geral, o grupo perdeu a disputa para Senado e Governo do estado com a derrota do Ex-presidiário Marconi Perillo ( PSDB), para o Senado, ex-prefeito Gustavo Mendanha (PATRIOTA), para Governador .

Desde 27/11/2020, o ex-prefeito Cristóvão Tormin carrega nas costas, segundo o MP que pediu afastamento do ex-prefeito de Luziânia em mais uma investigação de assédio sexual. Ao sustentar o pedido de afastamento, o Ministério Público de Goiás falou sobre a gravidade das denúncias de assédio sexual e o “nível de periculosidade” na época Cristóvão era gestor da Cidade Luziânia de (GO).

Cristóvão Tormin foi afastado do cargo por decisão da Justiça, decisão do Tribunal de Justiça de Goiás que estava ligada às 16 denúncias de assédio sexual que Tormin é acusado, isso em 21 fevereiro 2020.

A informação foi confirmada naquele período pela assessoria do presidente da Câmara de Vereadores do município, Felipe Mandú, que recebeu a notificação.

A decisão foi cumprida na manhã de uma sexta-feira, 21, e teve o objetivo de evitar que o denunciado se utilizava do cargo público para praticar novas condutas criminosas, e também para garantir a eficácia das investigações.

Neste ano, de acordo com a assessoria, a vice-prefeita, Edna Pereira que demorou a tomar tomou posse do cargo. O afastamento se deu pelo prazo de 120 dias, sem prejuízo do pagamento das remunerações. A decisão foi assinada pela desembargadora Carmecy Rosa Maria, no último dia 19.

Chega a espantar, pasmem Tormin é denunciado em 16 ações por assédio sexual e foi acionado por diversas vezes pelo Ministério Público por nepotismo, improbidade administrativa e contratação de servido fantasma.

Ministério Público, pediu a condenação por improbidade de Cristóvão já afastado da prefeitura de Luziânia (GO) é acusado de contratar funcionários fantasmas, além de assédio sexual e moral no período em que esteve a frente do governo municipal.

O Ministério Público de Goiás (MPGO) propôs ação civil pública por improbidade administrativa, com pedido cautelar de indisponibilidade dos bens e afastamento do cargo público, contra o ex-prefeito afastado de Luziânia, Cristóvão Vaz Tormin (PATRIOTA), o ex-vereador Boaz Epaminondas Albuquerque e servidores municipais em situação de nepotismo.

Um deles foi instaurado em abril do ano passado e, segundo o MPGO, constatou a prática de nepotismo e manutenção em cargos comissionados dos servidores Marcos Wendell, Sara Dias, Sammael Vieira e Boaz Epaminondas, que são, respectivamente, genro e filhos de Boaz. Na época, o político era aliado e integrante da base de apoio de Cristóvão Tormin, contrariando a Súmula Vinculante nº 13, do Supremo Tribunal Federal (STF), que veda a prática.

Tormin também é investigado por nomear funcionários fantasmas e é denunciado em 16 ações relacionadas a assédio sexual.

A eleição para deputado estadual no maior colégio eleitoral da região do Entorno do Distrito Federal é uma das mais disputadas. O principal motivo não são as ideias dos candidatos a deputado federal, estadual, Senador, Governador e Presidente, mas questões políticas-partidárias que envolvem o ex-prefeito Cristovão Tormin (PATRIOTA). Ele foi afastado em fevereiro de 2020, mas retornou ao cargo em outubro do mesmo ano.

O Brasil passa pelo momento crítico em que políticos buscam refúgio para se esconderem por trás da impunidade, tipo foro privilegiado, privilégios, e mordomias… a população tem mostrado nos últimos anos que não aguenta mais esses políticos da velha política.

Perguntarmos a uma eleitora de Luziânia-Goiás, que é reduto de Cristóvão, a cidadã gênero feminino que não quis se identificar por medo de retaliação devido o histórico do político principalmente com mulheres, questionamos se a mesma por ser mulher votaria ou apoiaria Cristóvão ela disse, ” nunca, jamais! Como alguma mulher teria coragem de apoiar um homem desses? Ainda más se for uma pessoa política, que defende bandeiras feministas. Foram várias denúncias de mulheres que alegam serem vítimas dele… sem contar as demais denúncias que ele sofre, meu voto ele não tem!” Disse uma eleitora do município de Luziânia.

Na época o ex-prefeito de Luziânia, Cristóvão Tormin (Patriota), agora deputado se defendeu das acusações de abuso sexual que sofreu. Algumas das mulheres foram ou são servidoras públicas. Em um vídeo, o político disse que as denúncias têm motivação política e que é alvo de uma “grande armação”. O Ministério Público ainda apura o caso.

Wilde Cambão (PSD) é eleito deputado estadual, com grande expressão de votos em Novo Gama

Wilde Cambão (PSD) é eleito deputado estadual, com grande expressão de votos em Novo Gama

Marca Assembleia Legislativa do Estado de Goiás

20 deputados da atual Legislatura conquistaram novo mandato

20 deputados da atual Legislatura conquistaram novo mandato.

Ao todo, 20 parlamentares da Casa foram reeleitos e vão compor a 20ª Legislatura da Alego. No próximo ano, a Assembleia Legislativa de Goiás também passa a ter 21 deputados que não estão no mandato atualmente. A maior bancada da próxima Legislatura será do MDB, que elegeu sete parlamentares, seguido do União Brasil, que elegeu seis. Outra novidade é o número de deputadas estaduais eleitas, a bancada feminina elegeu o dobro de mulheres dessa vez. A posse dos novos deputados ocorre no dia 1º de fevereiro.

A composição da 20ª Legislatura da Assembleia Legislativa terá 21 novos deputados, conforme resultado da eleição realizada neste domingo, 2 de outubro. Dos 30 parlamentares que disputaram a reeleição, 20 foram reeleitos. Os novos deputados serão empossados em 1º de fevereiro.

Além dos deputados reeleitos à nova Legislatura, terão outros parlamentares que já exerceram mandatos, a exemplo do vice-governador Lincoln Tejota (UB), Renato de Castro (UB), Cristóvão Tormin (Patriota) e Mauro Rubem (PT).

A Casa dispõe de 41 vagas para deputado estadual. E Goiás teve, na eleição desse ano, 800 postulantes a deputado estadual de 30 partidos diferentes.

Goiás escolheu hoje (2) os deputados estaduais que ficarão na Assembleia Legislativa no próximo mandato. Um dos eleitos é Wilde Cambão, do PSD, que recebeu 0,87% dos votos válidos com 100,00% das urnas apuradas no estado.

O Wilde Cambão fará parte da bancada do partido na assembleia pelos próximos quatro anos. Veja a lista com todos os deputados estaduais eleitos no estado.

Os números detalhados das Eleições 2022 em todo o país para presidente, governador, senador e deputados podem ser acessados no painel de apuração da eleição.

Novo Gama (GO) definiu os votos para presidente, governador, senador, deputado federal e deputado estadual no primeiro turno das eleições 2022, realizado neste domingo (2).

Os candidatos mais votados na cidade não foram necessariamente eleitos, já que esta é uma eleição de âmbito estadual e nacional. Os números abaixo se referem apenas aos votos em Novo Gama (GO).

Jair Bolsonaro, do PL, foi o candidato mais votado para a Presidência da República na cidade. Para o cargo de governador de GO, Ronaldo Caiado, do União Brasil, recebeu mais votos.

Ao fim da apuração na cidade, Jair Bolsonaro, do PL, teve 49,02% dos votos para a Presidência (19.081 votos), enquanto Lula (PL) foi a escolha de 43,13% dos eleitores (16.787 votos) do município.

Para o cargo de governador, Ronaldo Caiado (União Brasil) recebeu 62,74% dos votos (21.830 votos) entre os eleitores de Novo Gama (GO). O segundo colocado nesse cenário foi Major Vitor Hugo (PL), com 15,41% (5.361 votos).

Para o Senado, Alexandre Baldy (PP) liderou as escolhas do município, com 11432 votos. Vence quem obtiver a maior soma de votos no estado.

Magda Mofatto (PL) foi a mais votada pela cidade para ocupar um cargo na Câmara dos Deputados, com 7098 votos – para se eleger, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

Para o cargo de deputado estadual, Wilde Cambão (PSD) foi o mais votado pela cidade, com 8791 votos – assim como ocorre para o cargo federal, é preciso que o candidato e seu partido estejam entre os mais votados no estado para atingir o quociente eleitoral e partidário.

A eleição em Novo Gama (GO) teve 18,19% de abstenção.

Prefeito de Novo Gama Carlinhos Mangão,  disse tamanho a satisfação de somar neste processo tamanho a satisfação ” Isso é resultado de trabalho em retribuição ao nosso campeão de emendas Wilde Cambão, como Deputado fez muito pelo Novo Gama ” disse o gestor.

Câmara dos Deputados
Ao todo, nove nomes da Alego disputaram mandato de deputado federal: Delegada Adriana Accorsi (PT), Alysson Lima (PSB), Delegado Humberto Teófilo (Patriota), Helio de Sousa (PSDB), Jeferson Rodrigues (Republicanos), Lêda Borges (PSDB), Paulo Trabalho (PL), Rafael Gouveia (Republicanos) e Zé Carapô (Pros).

Dos nove, foram eleitos três: Delegada Adriana Accorsi (PT), Lêda Borges (PSDB) e Jeferson Rodrigues (Republicanos). Os outros seis ficaram como suplentes.

COM APOIO DE PÁBIO MOSSORÓ, ZELI, CÉLIO SILVEIRA E RONALDO CAIADO VENCEM ELEIÇÃO

*COM APOIO DE PÁBIO MOSSORÓ, ZELI, CÉLIO SILVEIRA E RONALDO CAIADO VENCEM ELEIÇÃO*

_Zeli Fritsche conquista vaga à Alego, Célio Silveira é reeleito deputado federal e Ronaldo Caiado conquista mais 4 anos como governador._

O estado de Goiás elegeu neste domingo (2 de outubro) os candidatos da base do prefeito de Valparaíso de Goiás (GO), Pábio Mossoró. Com 100% das urnas apuradas, doutora Zeli Fritsche (PRTB) conquistou 20.967 votos e está eleita deputada estadual.
Dona de um carisma inigualável, Zeli percorreu Valparaíso e outras cidades goianas, mostrou muita confiança e esperança por dias melhores para o Entorno do DF. Em cada visita, olhar e recepção, Zeli foi se tornando quase uma celebridade tendo em vista o alvoroço causado pela sua presença e do prefeito Pábio Mossoró.
“Minha gente amada de Goiás, muito obrigada pelos 20.967 votos que me elegeram deputada estadual. Vocês foram parceiros e fazem parte desta história vitoriosa. Vamos em frente, com muita responsabilidade, trabalho e o coração repleto de gratidão” disse a deputada estadual Zeli.
Outro feito inédito da base de Mossoró é a reeleição do deputado federal Célio Silveira (MDB) para a Câmara Federal. Com um total de 92.469 votos (2,68%) dos votos válidos, ele foi o deputado mais votado pelo partido e mais uma vez a cidade de Valparaíso de Goiás e cidades do entorno terão um representante local. Célio Silveira é campeão de emendas parlamentares para o Entorno de Goiás.
“Obrigado a cada um que abraçou nossa campanha, espalhou nossos feitos, contribuiu com propostas e, principalmente, nos deixaram entrar em suas casas para falarmos mais sobre nosso trabalho. Venho aqui, de peito aberto, falar de todo o coração: muito obrigado por confiarem em mim! Podem ter certeza que farei o meu melhor na Câmara Federal e espero fazer valer cada um dos 92.469 recebidos”, relatou Célio.
E para encerrar, o estado de Goiás reelegeu em primeiro turno o atual governador Ronaldo Caiado (União Brasil) para mais quatro anos de mandato. Com 51,81% dos votos válidos, Caiado conquistou 1.806.892 votos.
Com o time Zeli Fritsche, Célio Silveira e Ronaldo Caiado, Valparaíso de Goiás seguirá nos trilhos do progresso.