Seja bem-vindo. 22 de maio de 2024 01:35
Previous slide
Next slide

POR UM TRÂNSITO HUMANIZADO: DETRAN DE GOIÁS PRIORIZA SEGURANÇA AOS PEDESTRES

POR UM TRÂNSITO HUMANIZADO: DETRAN DE GOIÁS PRIORIZA SEGURANÇA AOS PEDESTRES

No último dia 4 de dezembro, o Governo de Goiás, por meio do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), lançou a Semana Goiana de Atenção à Faixa de Pedestre, uma iniciativa que buscou conscientizar a população sobre a prevenção de acidentes. Ao longo da semana, mais de 300 ações educativas foram realizadas, acompanhadas por uma campanha publicitária. A programação encerrou-se na última sexta-feira, dia 8 de dezembro.

De acordo com dados da Secretaria de Segurança Pública, de janeiro a outubro deste ano, ocorreram 1.559 atropelamentos em Goiás, resultando em 77 mortes. O presidente do Detran-GO, delegado Waldir, enfatizou a gravidade desses números, destacando a média de cinco atropelamentos por dia e uma morte a cada quatro dias, considerando esses dados inaceitáveis.

Durante a Semana de Atenção à Faixa de Pedestre, o foco esteve na parte mais vulnerável do trânsito: os pedestres. Com o objetivo de destacar a importância da segurança para os pedestres e, consequentemente, para todos os usuários das vias, foram realizadas ações educativas em diversas regiões de Goiânia. O presidente do Detran-GO ressaltou que proteger os pedestres é uma forma de proteger toda a comunidade, uma vez que todos, em algum momento, são pedestres, especialmente as crianças.

Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece que deixar de dar preferência ao pedestre é uma infração gravíssima. Mesmo na ausência de faixa de pedestre, a legislação assegura prioridade ao pedestre que atravessa as ruas a pé.

No lançamento da campanha, Clara Mello, uma estudante de 24 anos, compartilhou sua experiência após ser vítima de um atropelamento em agosto deste ano. Com mais de 40 dias em coma e fraturas na coluna, tórax e clavícula, ela enfatizou a necessidade de sensibilizar as pessoas e reforçar o respeito à faixa de pedestre.

Uma força-tarefa composta por educadores de trânsito, policiais militares e servidores do Detran realizaram blitze educativas durante a semana, visando orientar condutores e pedestres sobre a importância de respeitar e utilizar corretamente a faixa de pedestre. Goiânia foi dividida em 10 regiões, com pelo menos duas delas sendo atendidas diariamente. Materiais educativos foram distribuídos, e orientações sobre travessia segura foram repassadas.

O artigo 214 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB) estabelece penalidades para motoristas que não dão preferência a pedestres na faixa, mesmo com o sinal verde para o veículo. Essa infração é considerada gravíssima, sujeita a 7 pontos na carteira de habilitação e multa de R$ 293,47. Além disso, os motoristas devem permitir que o pedestre complete a travessia, mesmo sem faixa ou sinalização, sob pena de cometer infração grave, sujeita a 5 pontos na CNH e multa de R$ 195,23.

Os pedestres também têm obrigações a cumprir, como acenar para demonstrar a intenção de atravessar e aguardar os veículos pararem antes de iniciar a travessia. A Semana Goiana de Atenção à Faixa de Pedestre reforçou a importância da cooperação de todos os envolvidos no trânsito para garantir a segurança viária.