Seja bem-vindo. 25 de fevereiro de 2024 12:42
Previous
Next

Traficante simula assaltos para entrar na prisão com droga no estômago

Os policiais civis descobriram que o investigado estava escondido em uma residência no Bairro Jardim Califórnia, na cidade de Formosa (GO)

A Polícia Civil de Goiás (PCGO), com apoio da Polícia Militar (PMGO), deflagrou a Operação Cavalo de Tróia e prendeu o líder de uma quadrilha, de 24 anos, investigado por simular assaltos para que pessoas fossem presas e, assim, ingressar na Casa de Prisão Provisória de Formosa com drogas, celulares, carregadores e até mesmo fumo dentro do estômago para repassar aos detentos.

A ação ocorreu na noite dessa segunda-feira (25/12).

Após diligências, os policiais civis descobriram que o investigado estava escondido em uma residência no Bairro Jardim Califórnia, na cidade de Formosa (GO).

O homem responderá pelos crimes de associação criminosa, tráfico de drogas e corrupção de menores.

Em agosto de 2023, um outro suspeito, cooptado pela associação, foi preso com cerca de 50 porções de drogas no estômago e vários celulares e carregadores, totalizando cerca de 100 objetos ingeridos, que seriam expelidos no interior da unidade prisional e repassados aos detentos.

 

Traficantes internacionais que lavaram R$ 126 mi são alvo da PF no Rio

Os traficantes internacionais contratavam mergulhadores para colocar cocaína nos cascos de navios com destino à Europa

A Polícia Federal (PF) deflagrou, na manhã desta quinta-feira (16/11), a 2ª fase da Operação Tamoios para desarticular um esquema de lavagem de dinheiro do tráfico internacional de drogas, no Rio de Janeiro.

Trata-se de um desdobramento da Operação Tamoios, deflagrada em agosto de 2021, que investigou traficantes internacionais que transportavam cocaína, por rodovia, do Rio de Janeiro até Vitória, no Espírito Santo.

Do estado capixaba, as drogas eram acopladas – por meio de pequenas embarcações pesqueiras e com apoio de mergulhadores profissionais – em cascos de navios com destino à Europa.

Na ação desta quinta (16), cerca de 50 policiais federais cumprem oito mandados de busca e apreensão e sete mandados com medidas cautelares diversas da prisão, expedidos pela 3ª Vara Federal Criminal do Rio de Janeiro, em endereços localizados na capital do estado e Nilópolis (RJ).