Seja bem-vindo. 21 de abril de 2024 02:16
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

PM de Goiás morreu ao tentar impedir agressão contra mulher em bar

O PM do DF era amigo do agressor e partiu para cima de Purcina. O soldado levou um tiro foi socorrido e morreu no hospital de santa maria DF.

O soldado da Polícia Militar do Estado de Goiás baleado por um PM do DF durante uma discussão em um bar morreu ao tentar intervir nas agressões de um homem contra uma mulher no estabelecimento. O caso ocorreu na noite desse sábado (3/3), no Novo Gama (GO), no Entorno de Goiás.

Diego Purcina, soldado do Comando de Operações das Divisas (COD), estava no bar acompanhado de outras pessoas e, horas antes, chegou a publicar uma foto nos stories do Instagram. Horas depois, câmeras de segurança do estabelecimento mostraram a confusão entre o PM de Goiás e o PM aposentado da reserva Jefferson José da Silva.

Segundo as investigações, Purcina teria tentado intervir na briga entre um casal. Na ocasião, o homem estaria batendo na mulher e o policial tentou apartar. O PM Jefferson, que é amigo do agressor, não gostou da atitude e partiu para cima do soldado, chegando a efetuar um disparo de arma de fogo contra o PM.

O PM do DF foi preso em flagrante por homicídio qualificado por motivo fútil. O caso é investigado pela Polícia Civil do Estado de Goiás. A reportagem entrou em contato com a PM e aguarda retorno. Diego Purcina era lotado no Comando de Operações de Divisas (COD) e deixa a mulher e um filho.

O policial atingido chegou a ser socorrido para o hospital de Santa Maria, mas horas depois foi declarado o óbito. O policial morto, era lotado no COD, comando de operações e divisas, Morador de valparaiso casado e deixa a esposa.

O policial trabalhou na CPE de Luziânia, e ultimamente estava lotado no COD. No Instagram oficial, a corporação lamentou o ocorrido.