Seja bem-vindo. 21 de abril de 2024 02:07
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Moradores reclamam que Lixo carregado pelas chuvas, está invadindo condomínios em Valparaíso

Segundo a denunciante, além do local fazer divisa com DF, a prefeitura sempre limpa, porém as pessoas vem e continuam a jogar lixo no local. 

Moradores do setor de chácaras Ipiranga, Valparaíso, procuram a equipe de jornalismo do radar para denunciar o que vem acontecendo nos condomínios do setor. Um homem foi flagrado por moradores fazendo descarte no local Veja Abaixo. Moradores conseguiram registrar o perigo devido ao amontoado de lixo acumulado que vem causando grande transtorno para quem mora próximo ou passa pela rua que dá acesso ao setor. O local informado fica às margens da DF 290, em frente ao polo JK ,de frente ao (ultrabox) divisa imaginária da cidade satélite Santa Maria DF, e o município goiano de Valparaíso GO.

 

Como moradores do setor Ipiranga passam pelo local para ter acesso às suas residências, contaram que têm sofrido um grande desgosto por parte da população que irregularmente tem descarregado, lixos , entulhos e até animais mortos no local. O que agravou a situação foi o período de chuva, devido à falta de vazão para correnteza, o local tem acumulado água de chuva e dependendo do volume da correnteza, o lixo tem sido carregado até os condôminos que fica mais abaixo o’que tem sido constrangedor para os moradores e vergonhoso até para receber visitas que vem de outros lugares.

“Esse é nosso cartão de visita, família, amigos e convidados para vir em nossa residência fica observando o lixão a céu aberto a poucos metros de nossas casas, à população tem que se conscientizar, que ali não é local de jogar Lixo, a prefeitura limpa, porém o povo vem e joga como esse flagrado no vídeo” falou Fabiana e tom de indignação. 

A reportagem apurou que além de lixão a céu aberto, o local tem sido um verdadeiro nascedouro de insetos como baratas, ratos e cobras que se alimentam dos restos de comida e objetos lançados no local. A maior preocupação dos moradores, que pedem apoio da prefeitura, é o período de chuvas com foco de mosquito aedes aegypti   Transmissor da dengue. Moradores pedem ajuda na limpeza, uma providência sujeita a multa para quem descartar no local todo e qualquer material considerado como lixo.