Seja bem-vindo. 14 de junho de 2024 05:04
Previous slide
Next slide

Homem faz “massacre de pets” para obrigar mulher a responder mensagem

O agressor enviou fotos de um coelho morto, de calopsitas sem cabeça e queimou as roupas da ex-companheira.

Um homem foi preso, nessa segunda-feira (20/11), em Luziânia, no Entorno do Distrito federal, por ameaça, injúria, dano e maus-tratos a animais. Segundo as investigações da Polícia Civil de Goiás (PCGO), ele matou diversos animais para obrigar a ex-companheira a responder suas mensagens.

O caso foi denunciado pela vítima. No momento em que ela estava comunicando os fatos na delegacia, o criminoso passou a enviar mensagens, via WhatsApp, com fotos dos animais de estimação dela. Ele dizia que, se ela não respondesse, iria matar todos os animais.

O criminoso chegou a mandar fotos do coelho de estimação da vítima já morto. Ela explicou aos policiais que adquiriu o animal para tratar uma depressão. Ao ver as fotos, a mulher entrou em desespero e, quando olhou novamente seu celular, percebeu que o autor havia enviado novas fotos, desta vez, com as calopsitas vivas e, logo depois, abatidas, decaptadas.

O criminoso ainda ameaçou matar o cachorro e o gato da vítima caso ela não respondesse. Além disso, o homem ainda queimou as roupas e sapatos da mulher.