Seja bem-vindo. 18 de julho de 2024 10:51
Previous slide
Next slide

Incêndio atinge galpão de material reciclável em Luziânia

A ocorrência foi registrada às 15h29, mobilizando um total de 10 viaturas – 5 do CBMDF e 5 do CBMGO

Na tarde do último domingo (30), um galpão de material reciclável localizado no polo industrial de Luziânia, Goiás, pegou fogo, gerando uma resposta conjunta do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) e do Corpo de Bombeiros Militar do Estado de Goiás (CBMGO).

Os bombeiros, ao chegarem ao local, encontraram um cenário crítico, com intensas chamas e uma densa fumaça negra que emanava do galpão. O edifício armazenava coque, um derivado de petróleo utilizado como combustível em fornos de alta temperatura, e o fogo já havia se espalhado para os arredores.

As equipes de bombeiros imediatamente iniciaram as ações de combate ao incêndio, utilizando técnicas e táticas para isolar o fogo e evitar que ele se propagasse para edificações adjacentes. A rápida e coordenada resposta visava conter a disseminação do incêndio, que avançava de maneira rápida e violenta devido à grande quantidade de material combustível presente no galpão.

Devido à natureza do material combustível, a operação de combate ao fogo estava prevista para durar várias horas, permanecendo sob a responsabilidade do CBMGO.

O CBMDF e o CBMGO destacaram a importância da cooperação mútua em situações de emergência, ressaltando que essa parceria tem sido eficaz em diversas ocorrências operacionais ao longo dos anos. O local do incêndio ficou aos cuidados do CBMGO, que continuou os trabalhos de rescaldo e monitoramento para garantir a segurança da área.

 

 

Ônibus escolar pega fogo em garagem na Cidade do Automóvel

O CBMDF foi acionado na madrugada desta terça-feira (25/6) para combater as chamas no ônibus. Ninguém se feriu no local

Um ônibus de transporte escolar pegou fogo em uma garagem na Cidade do Automóvel, no Distrito Federal, na madrugada desta terça-feira (25/6).

No local, a equipe do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF) se deparou com o coletivo já totalmente tomado pelas chamas.

A equipe iniciou imediatamente um ataque rápido e direto ao fogo, resultando em sua extinção em poucos minutos, evitando que as chamas se alastrassem para diversos outros ônibus estacionados no local.

Não houve vítimas. Após o combate, foi realizado o rescaldo e gerenciamento dos riscos para evitar um novo incêndio.

O local ficou aos cuidados do encarregado da empresa. A perícia do CBMDF foi acionada.

Incêndio atinge restaurante e assusta moradores

Quantidade de fumaça e cheiro forte assustaram moradores vizinhos ao restaurante. Corpo de Bombeiros do DF foi chamado para a ocorrência

Moradores da 112 Sul se assustaram, na noite desta terça-feira (14/5), com a quantidade de fumaça e o cheiro forte que exalavam da chaminé de um restaurante, na comercial da quadra, na Asa Sul.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) foi acionado e atuou na ocorrência. Após realizarem a avaliação da cena, os militares perceberam que se tratava de incêndio na churrasqueira e no exaustor do restaurante Fuego.

Segundo testemunhas, a fumaça tinha um forte cheiro, que parecia ser de plástico queimado. Moradores de prédios vizinhos desceram e, assustados, clientes de restaurantes próximos deixaram a região. Apesar do susto, não houve feridos.

Pousada incendiada na Asa Sul tinha 22 pessoas; dois morreram

A pousada pegou fogo nesta sexta (3/5), na 705 Sul. A suspeita é que o incêndio tenha sido causado por um homem, que foi preso

A pousada incendiada nesta sexta-feira (3/5), na quadra 705 Sul de Brasília, abrigava 22 pessoas. A fumaça deixou duas pessoas mortas, e a suspeita é que o fogo tenha sido causado por um homem, que já foi preso.

As mais de 20 pessoas correram para sair do local, segundo testemunhas. O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) informou que as vítimas, dois homens, tentaram se proteger das chamas em banheiros no primeiro andar, mas morreram intoxicados com a fumaça.

As equipes de Socorro do 15º GBM (Asa Sul) e do 1º GBM (Esplanada dos Ministérios) atuaram no combate às chamas, iniciadas pouco depois da 0h.

“Imediatamente o combate às chamas foi iniciado enquanto uma equipe de salvamento iniciou a varredura à procura de possíveis vítimas retidas na edificação. Após o adentramento na edificação foi verificado que havia chamas também no subsolo do prédio, onde houve a necessidade de realizar o combate ao fogo, nos fundos do prédio (área verde)”, afirmou a corporação.

Um morreu no local e o outro chegou a ser encaminhado ao Hospital de Base do Distrito Federal (HBDF), mas não resistiu. “Eles se confundiram na saída”, disse um major da corporação.

Ainda segundo os bombeiros, havia 32 quartos no local, sendo 13 independentes, 10 no térreo e 9 no primeiro piso. “O mobiliário da maioria das unidades (cômodos independentes) foram parcial ou totalmente consumidos pelas chamas”, disso, acrescentando que colchões, roupas entre outros objetos foram perdidos.

A W3 chegou a ficar totalmente bloqueada para os trabalhos dos bombeiros. As casas vizinhas não foram atingidas pelas chamas.

Um homem apontado como possível causador do incêndio foi detido por uma guarnição da Polícia Militar do Distrito Federal.

Ainda de acordo com informações preliminares, as vítimas tentaram se abrigar em banheiros situados no primeiro piso, mas acabaram intoxicados com a fumaça.

Incêndio destrói apartamento e deixa três adolescentes feridos

Três adolescentes de 12 a 19 anos receberam o atendimento pré-hospitalar. Um deles apresentou queimaduras mais graves

Três adolescentes ficaram feridos durante um incêndio no apartamento onde estavam, na QR 319 do Itapoã, na tarde desta quinta-feira (2/5). A residência ficou parcialmente destruída pelas chamas.

Segundo o Corpo Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF), as vítimas, com idades entre 12 e 19 anos, receberam o atendimento pré-hospitalar. Um dos adolescentes sofreu queimaduras mais graves.

A residência teve a cozinha, uma sala e um quarto totalmente queimados pelas chamas.

Incêndio de Grande proporção destrói academia em Cidade Ocidental

O que provocou o incêndio não foi divulgado, o local passará por perícia para indentificar como tudo começou

Um incêndio destruiu uma academia em Cidade Ocidental, no entorno do Distrito Federal, nesta terça-feira (23). Uma guarnição do Corpo de Bombeiros Militar de Goiás (CBMGO) de Luziânia foi acionada para combater as chamas do estabelecimento.

A academia estava fechada quando os bombeiros chegaram no local. Segundo a corporação, um dos responsáveis pela academia entregou a chave para realizar a abertura da porta principal. No entanto, foi necessário forçar a abertura da porta.

Após conseguir acesso ao interior da academia, os agentes iniciaram o combate ao incêndio na recepção do estabelecimento. Em seguida, realizaram a identificação e catalogação dos materiais danificados durante o incêndio para as autoridades competentes.

Até o momento não foi possível estipular o prejuízo da academia, que deverão ser analisados pelos responsáveis do estabelecimento. Além disso, também não foi divulgado o que teria provocado o incêndio.

CBMDF é acionado após supermercado pegar fogo em Ceilândia

Quatro viaturas foram mobilizadas para a operação de combate ao fogo, com o atendimento iniciando às 00h03

Ao chegarem ao local, os bombeiros constataram que as chamas haviam se alastrado pelo estabelecimento comercial, envolvendo o depósito do supermercado. A equipe de combate a incêndio agiu rapidamente, realizando um ataque preciso para conter e extinguir o fogo. Graças à pronta resposta dos bombeiros, o incêndio foi controlado e restrito ao depósito, impedindo que se alastrasse para outras áreas do supermercado, que possui uma extensão de 350 metros quadrados.

Prédio onde fica SBT Brasília é esvaziado após princípio de incêndio

Emissora de televisão teve de interromper programação devido ao ocorrido. Corpo de Bombeiros Militar atua na ocorrência. Prédio está isolado.

O edifício Palácio da Imprensa, no Setor de Rádio e Televisão Sul (SRTVS), teve de ser esvaziado, no início da tarde desta sexta-feira (15/3), após um principio de incêndio no prédio. A origem do problema seria o quadro de energia do edifício.

O Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) informou que teve de esvaziar o prédio por medida de segurança. No momento, há bastante fumaça no local, especialmente no subsolo, onde ficam as fontes de energia.

Não há feridos, mas quatro pessoas chegaram a ficar presas em um elevador. Após breve religação da energia do prédio, elas conseguiram sair.

No edifício, além de outras empresas, funciona a filial local do SBT. A emissora de televisão teve de interromper a programação na capital federal devido ao ocorrido.

Funcionário de uma empresa no prédio desde 2009, Adonias Ribeiro, 59 anos, relatou que as pessoas perceberam o problema por volta das 12h30. “Estava cheio de fumaça preta na garagem, e ela subiu pela escada para o térreo”, contou.

A avaliação inicial do Corpo de Bombeiros é de que tenha havido superaquecimento do quadro de energia. “Não há risco de explosão, mas só a perícia vai poder dizer o que causou o incidente”, declarou o tenente Mauro Coimbra.

aos poucos, os bombeiros vão liberar as pessoas para voltarem ao edifício, recolherem pertences pessoais e irem embora. A Neoenergia Brasília foi acionada para avaliar a situação e as condições do quadro de eletricidade.

Trem do metrô do DF pega fogo em Águas Claras

Incêndio começou no início da tarde desta 6ª feira. Transporte parou entre as estações Concessionárias e Águas Claras

Um vagão do metrô pegou fogo, no início da tarde desta sexta-feira (12/1), entre as estações Concessionárias e Águas Claras. Uma equipe do Corpo de Bombeiros Militar do Distrito Federal (CBMDF) atua no local.

O trem estava vazio, segundo a Companhia do Metropolitano (Metrô-DF). Ainda não detalhes, até o momento, sobre o que provocou o incêndio.

Imagens mostram o metrô parado, com um dos vagões em chamas, enquanto uma grande coluna de fumaça sai do trem.

Em nota, a Metrô-DF informou que o incêndio ocorreu em um trem que era recolhido para o pátio de manutenção de Águas Claras e que as chamas foram controladas.

“Não havia usuários dentro do metrô. A circulação dos trens está interrompida neste momento”, detalhou a empresa, às 12h30 desta sexta-feira (12/1).

O CBMDF informou que o trem seguia para Taguatinga, onde seria recolhido, quando o incêndio começou. Dos quatro carros que fazem parte da composição, o que pegou fogo ficou totalmente destruído.

 

Criança de 2 anos morre carbonizada após incêndio atingir casa no DF

Chamas atingiram casa onde a criança estava, na QNL 16 de Taguatinga, por volta das 5h30. Bombeiros encontraram corpo da vítima carbonizado

Uma criança de 2 anos morreu carbonizada, após a casa em que ela morava pegar fogo, na QNL 16 de Taguatinga Norte, na madrugada desta quinta-feira (21/12).

A Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) foi acionada por volta das 5h30 para atender a uma ocorrência de incêndio. No local informado, as equipes acompanharam o trabalho do Corpo de Bombeiros Militar (CBMDF), que encontrou o corpo de uma menina carbonizado.

A dona da casa e mãe da criança informou aos policiais que havia saído para comprar uma vela e, quando retornou, o imóvel estava em chamas. Vizinhos relataram que ela morava no local com os dois filhos.

Ainda segundo a PMDF, a mãe é dependente química e foi levada para a 17ª Delegacia de Polícia (Taguatinga Norte), onde prestou depoimento.

A perícia da Polícia Civil (PCDF) apura as causas do ocorrido.