Seja bem-vindo. 21 de abril de 2024 03:14
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Preso que fugiu do Complexo da Papuda é “galã” e ladrão de cabritos

Policiais penais do plantão só constataram a fuga três horas depois. Na Papuda, interno tinha comportamento “exemplar” e direito a regalias

O interno que escapou do Complexo Penitenciário da Papuda, em São Sebastião (DF), nessa terça-feira (19/3), é conhecido como “Galã da Papuda”. O criminoso – condenado por dois furtos, roubo qualificado, formação de quadrilha ou bando e uso de documento falso – era chamado de “classificado”, qualificação dada a presos que, por bom comportamento, recebem “regalias” e são beneficiados com trabalhos internos.

E exatamente durante a jornada de trabalho sem supervisão que Arlan Cotrim dos Santos (foto em destaque), 48 anos, aproveitou para escapar. Policiais penais do plantão só constataram a fuga três horas depois.

Os antecedentes criminais do fugitivo detalham que, em uma das empreitadas criminosas dele, Arlan se passou por interessado em comprar animais e roubou 30 porcos e 18 cabritos de uma fazenda em Brazlândia (DF). O caso ocorreu em 2021. A reportagem apurou que, na Papuda, porém, o interno tinha comportamento “considerado exemplar”. Mesmo assim, ele estava em processo de transferência para penitenciária de regime fechado.