Seja bem-vindo. 24 de junho de 2024 03:16
Previous slide
Next slide

Vídeo mostra momento em que encapuzados executam homem em lava-jato

Caso ocorreu na tarde desta terça-feira (30/1) e a vítima morreu no local. Nenhum dos suspeitos foi preso

Um vídeo mostra o momento em que três homens, encapuzados, abrem fogo contra Giovanny Junio dos Santos, 29 anos. A vítima estava em um lava-jato da QNM 06, em Ceilândia, quando foi alvejada. Giovanny morreu na hora.

Nas imagens, é possível ver os homens entrando no lava-jato e atirando contra Giovanny.

O caso ocorreu nesta terça-feira (30/1), por volta das 15h. Nas imagens é possível ver que, depois de atirarem contra Giovanny, a dupla entra em uma SUV de cor prata guiada por uma terceira pessoa, que saiu em disparada. Nenhum dos suspeitos foi preso.

Segundo a Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF), o Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado, mas, quando chegou ao local, constatou o óbito da vítima.

 

Cachorro executado: MP pede que PMDF abra inquérito sobre o caso

Cachorro da raça american bully foi morto com um tiro na cabeça, durante ação policial no Núcleo Bandeirante. Polícia Civil investiga o caso

A 3ª Promotoria de Justiça Militar do Ministério Público do Distrito Federal e Territórios (MPDFT) pediu, nesta sexta-feira (10/11), que Corregedoria-Geral da Polícia Militar (PMDF) abra inquérito para apurar o caso do cachorro assassinado com um tiro na cabeça, em uma casa no Núcleo Bandeirante.

A morte ocorreu enquanto policiais tentavam fazer buscas na casa da tutora do animal, a manicure Maria Edilene da Silva, 48 anos, sob justificativa de procurar um suspeito por tráfico de drogas que havia fugido. A moradora do imóvel negou o pedido, mas os PMs entraram.

Durante a ação, um dos policiais teria “se assustado” com o cachorro da casa, Bradock, um american bully de 1 ano, e atirou no animal. Imagens gravadas após o ocorrido mostram a reação da família e de vizinhos da tutora do pet.