Seja bem-vindo. 29 de fevereiro de 2024 17:54
Previous
Next

Novas vítimas denunciam imobiliária por vender a mesma casa para vários clientes em Valparaíso de Goiás

Novas vítimas denunciam imobiliária por vender a mesma casa para vários clientes em Valparaíso de Goiás

Procon identificou 10 novas possíveis vítimas em apenas três dias. Empresa segue interditada.

Subiu para 25 o número de possíveis vítimas de uma imobiliária suspeita de ‘vender’ a mesma casa para vários compradores ao mesmo tempo foram identificadas em Valparaíso de Goiás, no Entorno do Distrito Federal. A Informação é da Superintendência de Proteção aos Direitos do Consumidor (Procon) de Goiás, que interditou a empresa no final da última semana.

Entramos em contato com a G8 Apoio Administrativo e Imóveis sobre o caso, mas não obteve retorno até a última atualização desta reportagem.

Segundo o Procon, a empresa atraía clientes pelas redes sociais com ofertas de imóveis a preços baixos. Em contato com o interessado, a imobiliária cobrava valores de R$ 3 mil a R$ 12 mil que seriam uma espécie de “entrada” de financiamento. Porém, o cliente descobria logo depois que a quantia paga era pelo serviço de uma assessoria financeira.

Responsável pelo departamento jurídico do Procon de Valparaíso, a advogada Aline Gonçalves destacou ter identificado situações em que o mesmo imóvel era “apresentado para vários consumidores”, que acabavam assinando o falso contrato de compra e venda.

“Eles apresentavam a casa que já tinha sido vendida”, detalhou Aline.
Até a última sexta-feira (2), quando a g8 foi autuada e interditada pelo Procon por causa da “falta de informação clara, publicidade enganosa e cláusulas abusivas”, 15 vítimas haviam sido identificadas. Desde então, outras 10 foram confirmadas e, segundo a responsável pelo jurídico do Procon, esse número pode ser bem maior.

Aline disse, por fim, que uma audiência está marcada com a empresa para o próximo dia 14 de junho, quando deve ser realizado um “mutirão” para a resolução dos problemas denunciados. O caso é investigado pela Polícia Civil.

VÍDEO: OPERAÇÃO ANSIÃO IN PERICULUM – REPRESSÃO À ESTELIONATO CONTRA IDOSO

“OPERAÇÃO ANSIÃO IN PERICULUM – REPRESSÃO À ESTELIONATO CONTRA IDOSO”

*Sobrinha de 24 anos presa por ESTELIONATO QUALIFICADO contra o próprio tio, idoso de 85 anos, por ter sacado, transferido e realizado compras com o cartão do idoso no montante de mais de R$ 100.000,00*

📍 *Polícia Civil do Estado de Goiás – 5ª DRP*

*GEPATRI de Luziânia-GO*

📍 *A Polícia Civil, por meio do GEPATRI de Luziânia deflagrou operação com o intuito de localizar uma mulher de que estaria desviando dinheiro da conta do próprio tio.*

📍 A ocorrência foi registrada na sede das Delegacias Especializadas de Luziânia-GO, as informações davam conta de que *a sobrinha vinha realizando desvios do aporte de mais de R$ 100.000,00 (cem mil reais) da conta do próprio tio ao longo de meses.*

📍Com os dados em mãos, *policiais civis do GEPATRI empreenderam diligências para localizar a suspeita e fazer cessar a empreitada criminosa que estava em curso, em sua residência, foi localizado diversos novos móveis, geladeira, eletrodomésticos, arma de fogo, munições tudo adquirido, provavelmente, com dinheiro desviado.*

📍 Tudo foi devidamente apreendido e na delegacia a mulher foi presa por *Estelionato Qualificado em razão de a vítima ser pessoa idosa, de 85 anos de idade*. *A pena para este crime é agravada de 2/3 até o dobro, podendo alcançar 10 anos de reclusão.*

🚨 Devido à gravidade concreta do caso, houve representação pela prisão preventiva da autuada, uma vez que ela seria uma pessoa que deveria cuidar do idoso, já que morava na casa cedida pela própria vítima, inclusive.