Seja bem-vindo. 16 de abril de 2024 03:36
Previous slide
Next slide
Previous slide
Next slide

Assassino confessa à polícia que esfaqueou ex até a morte por ciúmes

Luiz Moreira foi preso pela Polícia Militar na noite de terça-feira (2/1). Ele estava escondido na casa de um amigo

Em depoimento prestado na 16ª Delegacia de Polícia (Planaltina), Luiz Cláudio de Lima Moreira (foto em destaque), 41 anos, preso por matar a ex-companheira a facadas na véspera do Ano-Novo, afirmou ter agido motivado por ciúmes.

Luiz Moreira foi preso pela Polícia Militar do Distrito Federal (PMDF) na noite de terça-feira (2/1). Ele estava escondido na casa de um amigo, em Planaltina.

Os policiais chegaram até ele após denúncias feitas pelo 190. O amigo alegou que não sabia que Luiz havia cometido um crime. A vítima, Jaqueline Reis, foi brutalmente assassinada aos 29 anos, deixando três filhos pequenos de 12, 8 e 4 anos. Ela levou três facadas, uma nas costas e duas no peito.

O homem tem passagem na polícia por roubo. No mesmo dia que Jaqueline foi assassinada, o pai de Luiz Cláudio enviou um áudio à vítima tentando alertar sobre o perigo que ela corria naquela noite.

“Se eu fosse você, eu saía fora daí”, disse o pai de Luiz a Jaqueline. “Cai fora, se esconde, vai para algum canto. Ele vai te procurar”, continuava a mensagem em tom desesperador.